Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

XV vira no último minuto sobre o Oeste e complica Timão no Grupo B

Piracicaba (SP)

O torcedor do XV de Piracicaba já estava desanimado com mais um tropeço de sua equipe no Barão de Serra Negra, mas Gilsinho tratou de mudar a história do jogo no último lance da partida. Em um jogo com duas viradas, o meia decretou a vitória do Nhô Quim, por 3 a 2, sobre o Oeste.

O resultado coloca a equipe de Piracicaba na terceira colocação do Grupo B, com onze pontos ganhos. Desta forma, o Nhô Quim complica ainda mais a vida do Corinthians, que tem sete, está na lanterna da chave e tem um confronto contra o rival Palmeiras neste domingo.

O Oeste, por sua vez, segue em situação complicada, ameaçado de rebaixamento. No Grupo D, liderado pelo Palmeiras, a equipe de Itápolis tem apenas cinco pontos, na última colocação, e já está a oito de diferença para o Bragantino, que hoje estaria classificado às quartas de final.

O jogo - Apesar da sempre boa presença da torcida, o XV de Piracicaba ainda não conseguiu convencer no Estádio Barão de Serra Negra. Com duas vitórias e dois empates, o Nhô Quim tinha a missão de espantar a desconfiança oriunda das arquibancadas nesta sexta-feira, mas, novamente, acabou tropeçando.

Melhor no começo da partida, a equipe de Piracicaba inaugurou o marcador já aos 13 minutos do primeiro tempo. Em sua estreia como titular do time da casa, o zagueiro Rodrigo se aventurou ao ataque em cobrança de escanteio, subiu mais do que os adversários e testou para o fundo das redes.

O gol animou o time anfitrião, que seguiu pressionando o Oeste e quase marcou aos 28. Em um rápido contra-ataque, Breitner saiu livre na cara do goleiro, mas chutou em cima de Fernando Leal, perdendo a oportunidade de ampliar a vantagem, que acabou não durando muito.

Desesperado no Grupo D, com o risco de ser rebaixado, o Oeste castigou os anfitriões logo após o erro de Breitner, chegando à igualdade. Aos 29, após o cruzamento para o meio da área, Jheimy saiu da marcação e subiu de cabeça para fazer um belo gol, sem dar chances ao goleiro adversário.

O lance alterou o cenário do confronto em Piracicaba. O time da casa não conseguiu mais pressionar o Oeste. O atacante Cafu era um dos poucos que ainda se esforçavam, mas faltava criatividade para o XV. Desta forma, o jogo começou a ficar complicado e os visitantes surpreenderam.

Aos 22 minutos, Pipico, que entrou no intervalo e foi amarelado com apenas dez segundo em campo, colocou a mão na bola e foi expulso de campo. Na cobrança da falta para o meio da área do XV, Mauro Viana se antecipou aos zagueiros e garantiu a virada do Oeste de Itápolis no Barão de Serra Negra.

Autor do segundo gol dos visitantes, Mauro Viana ainda deixou os minutos finais emocionantes. O volante do time de Itápolis também tomou o cartão vermelho, deixando as duas equipes com dez jogadores. A igualdade custou caro ao Oeste, que viu o XV de Piracicaba, mesmo jogando mal, chegar ao empate.

Jogador mais esforçado da equipe da casa em campo, o atacante Cafu aproveitou a cobrança de escanteio para o meio da área, apareceu na segunda trave e empurrou de barriga para o fundo do gol. O lance animou a torcida do Nhô Quim, que passou a acreditar em uma virada heroica nos acréscimos.

Sendo assim, os comandados de Edison Só chegaram ao terceiro gol com Gilsinho. O meia aproveitou o cruzamento rasteiro para o meio da área e apenas empurrou para o fundo das redes. Era a confirmação de uma vitória muito importante para o XV de Piracicaba.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade