Atletismo/Mundial Indoor - ( - Atualizado )

Após decepções, Brasil estreia com Duda no Mundial Indoor de Sopot

São Paulo (SP)

Após decepcionar nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e no Mundial de Moscou-2013, o Brasil estreia nesta sexta-feira no Mundial Indoor de Sopot. Na condição de defensor do título, Mauro Vinícius da Silva, mais conhecido como Duda, compete no primeiro dia.

Treinado por Aristides Junqueira, ele disputa a qualificação a partir das 15h20 (de Brasília). "É a primeira vez que vou defender um título mundial, mas não deixo isso virar pressão. Gostei do meu treino final, com potência e velocidade, que são duas coisas bem importantes na minha prova", afirmou o atleta.

Durante a fase final de sua preparação, realizada na Europa, Duda participou de duas competições indoor, saltando 7,89m na Inglaterra e 7,98m em Portugal. "Claro que não dá para prever quanto vou saltar, mas estou me sentindo bem e acho que vou fazer um bom resultado", disse o brasileiro, que tem a marca de 8,28m como recorde pessoal em pista coberta.


Duda conquistou a versão indoor do Mundial em Istambul-2012, e desde então a delegação nacional passou em branco nas principais competições da modalidade. José Antônio Martins Fernandes, o Toninho, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), procura evitar qualquer tipo de pressão na Polônia.

“Se a gente conseguir voltar com alguma medalha da Polônia, vai ser um grande resultado, mas a nossa prioridade é a Olimpíada do Rio de Janeiro-2016”, explicou o dirigente, empossado em 2013 como sucessor de Roberto Gesta de Melo. O Brasil subiu ao pódio nas últimas seis edições do Mundial Indoor.

A velocista Ana Cláudia Lemos e Geisa Arcanjo, do arremesso de peso, chegaram a fazer o índice, mas não participarão do Mundial de Sopot. Desta forma, o Brasil levará apenas sete atletas para o campeonato disputado na Polônia, dos quais dois estreiam na sexta-feira, além Duda.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Brasileiro Mauro Vinícius Duda da Silva treina para defender seu título: Mundial terá 587 atletas de 141 países
Na qualificação do salto triplo, a partir das 7h20, o Brasil será representado por Keila Costa, premiada com o bronze na prova de salto em distância da edição de Doha-2010. Anderson Henriques, por sua vez, disputa as eliminatórias dos 400m a partir das 6h40.

Com apenas 20 anos, o jovem Thiago Braz, do salto com vara, é uma das principais esperanças do Brasil em Sopot. Treinado por Elson Miranda, mentor de Fabiana Murer, ele bateu o recorde sul-americano indoor da modalidade duas vezes em 2014 - a marca de 5,76m o coloca no sexto lugar do ranking mundial.

Fabiana Murer, única brasileira campeã mundial indoor (Doha-2010) e outdoor (Daegu-2011), também compete em Sopot no salto com vara, assim como Augusto Dutra. Franciela Krasucki, que recentemente quebrou o recorde sul-americano nos 60m após 32 anos (7s19), completa a delegação.

Levando em conta os Jogos Mundiais de Paris-1985, evento que deu origem à competição, o Brasil conta com 14 medalhas, três de ouro, cinco de prata e seis de bronze. Zequinha Barbosa (800m em Indianápolis-1987), Fabiana Murer e Duda são os únicos campeões do País.

Confira o retrospecto do Brasil no Mundial Indoor:

Medalhas de ouro
Zequinha Barbosa (800m) 1min47s49 – Indianápolis-1987
Fabiana Murer (salto com vara) 4,80m – Doha-2010
Mauro Vinícius “Duda” da Silva (salto em distância) 8,23m – Istambul-2012

Medalhas de prata
Zequinha Barbosa (800m) 1min45s55 – Budapeste-1989
Jadel Gregório (salto triplo) 17,43m – Budapeste-2004
Jadel Gregório (salto triplo) 17,56m – Moscou-2006
Maurren Maggi (salto em distância) 6,89m – Valência-2008
Revezamento masculino* (medley) 3min16s11 – Toronto-1993

Medalhas de bronze
João Batista Eugênio da Silva (200m) 21s19 – Paris-1985
Robson Caetano (200m) 20s92 – Indianápolis-1987
Maurren Maggi (salto em distância) 6,70m – Birmingham-2003
Osmar Barbosa dos Santos (800m) 1min46s26 – Budapeste-2004
Fabiana Murer (salto com vara) 4,70m – Valência-2008
Keila Costa (salto em distância) 6,63m – Doha-2010

*Gilmar da Silva Santos (800m), André Domingos (200m), Sidnei Teles de Souza (200m), Eronilde Nunes de Araújo (400m)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade