Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

4º Ato contra a Copa é realizado sem incidentes em São Paulo

São Paulo (SP)

Cerca de mil pessoas saíram às ruas de São Paulo para realizar o 4º Ato contra a realização da Copa do Mundo deste ano, no Brasil. Enquanto outras manifestações anteriores foram marcadas por cenas de violência e vandalismo, o protesto desta quinta-feira transcorreu sem incidentes, ganhando destaque por causa do alto número de policiais que acompanharam os manifestantes.

A concentração inicial foi feita na Praça do Ciclista, no final da Avenida Paulista, rua que foi palco do início do protesto. Para evitar tumultos, os policiais montaram dois cordões de isolamento entre os manifestantes, que tomaram as quatro vias no sentido Paraíso. Mesmo com a escolta a pé, ainda houve viaturas e motos cercando os participantes do protesto.

Depois de fecharem a Avenida Paulista, os manifestantes seguiram pela Avenida Brigadeiro Luís Antônio, no sentido Centro, onde também não houve nenhum tipo de incidente. Ao passarem pela Rua Maria Paula, local da Câmara Municipal de Vereadores, os manifestantes não realizaram nenhum tipo de ação de vandalismo, mantendo a mesma postura inicial.

Sendo assim, o ato foi finalizado na Praça da República, depois que os participantes sentaram no chão da Avenida Ipiranga e fizeram um jogral que resume as reivindicações desta mobilização contra a Copa do Mundo. Além disso, também aproveitaram para marcar o próximo ato, no dia 12 de abril, com a concentração inicial no MASP.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade