Futebol/Campeonato Gaúcho - ( )

Abel reitera decepção por Inter longe do Beira-Rio na semifinal

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Depois de reclamar muito do fato de o Internacional não estar atuando no Beira-Rio nesta reta final de Campeonato Gaúcho após o treino da última sexta, o treinador Abel Braga dedicou sua coletiva após a vitória por 3 a 1 sobre o Cruzeiro-RS, neste sábado, ao mesmo assunto. O técnico reiterou a decepção de ver seu time fazer a campanha do Estadual para ter a vantagem de disputar os mata-matas em casa, mas não poder usufruir deste benefício devido às reformas do estádio.

“Sei que está repetitivo, mas para mim é um motivo de decepção. Já estamos quase em abril, quero ver meu torcedor. Tivemos só dois jogos no Beira-Rio neste ano. Vamos jogar quarta aqui (no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo) de novo. Não consigo entender. Daqui a pouco o torcedor nem vai saber mais o caminho até o Beira-Rio”, afirmou o comandante.

O vice de administração do Inter, José Amarante, explica que o Beira-Rio não teve avanços significativos para poder receber ao menos 20 mil torcedores diante do Cruzeiro-RS. O presidente Giovanni Luigi promete que após o festival de inauguração, nos dias 5 e 6 de abril, o Colorado voltará definitivamente ao estádio: “ninguém aguenta mais”, resumiu.

Caso passe pela Caxias, o Internacional chegará à decisão do Campeonato Gaúcho e terá a vantagem de jogar a segunda partida em casa. Neste caso, o segundo jogo, marcado para o dia 13 de abril, deverá ser já no Beira-Rio. A primeira partida, marcada para 30 de março, será fora de casa, se o Colorado for um dos finalistas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade