Futebol/Campeonato Paulista Série B - ( - Atualizado )

Após Cabañas, Tanabi busca índio para realçar identificação com mascote

Bruno Núñez e Marcos Vieira* Tanabi (SP)

Depois de acertar a contratação do atacante paraguaio Salvador Cabañas, o Tanabi busca mais reforços para a disputa do Campeonato Paulista da Série B, equivalente à Quarta Divisão do estado. Um dos alvos da equipe alviverde é o centroavante indígena Aru, que defende o Gavião Kyikatejê, do Pará. De acordo com o presidente Irineu Alves, trata-se de uma estratégia para aumentar a identificação do time com o seu mascote, o Índio da Noroeste.

Tanabi acerta contratação de paraguaio Cabañas para a 4ª Divisão Paulista

“Fui numa aldeia indígena em Marabá-PA para conhecer melhor a origem do Gavião Kyikatejê, clube que representa esta cultura. Mais uma doidura em minha carreira. Segui de avião para lá, pois de carro, como fui ao Paraguai (para contratar Cabañas) é impossível. Fiz a proposta para o índio Aru e ele ficou de me responder, mas já garanto que dá para ele vir”, sintetizou o esperançoso Irineu.

Adiante, o presidente explicou o motivo que o levou a procurar o centroavante do clube paraense: “Nosso mascote é o Índio da Noroeste e o Aru é um representante legítimo desta categoria. Além da boa qualidade técnica, ele pode passar a cultura das tribos para o elenco. Será mais um atrativo do Tanabi na competição”, expressou.

Todavia, o presidente do clube de Marabá, Zeca Gavião, tratou de frear as especulações: “O interesse existe, mas não tem nada confirmado. Ainda temos jogos a disputar no Campeonato Estadual e não quero que o Aru fique com esse pensamento de saída. Pode atrapalhá-lo e ele é importante para nós. Depois que o torneio acabar, vamos sentar e conversar sobre os valores. Porém, eu e Irineu concordamos com a ideia (de empréstimo) e isso já é um grande passo”, pontuou.

Caso seja concretizado o acordo, o centroavante disputará a Quarta Divisão por empréstimo e retornará ao clube paraense assim que o Tanabi encerrar seus compromissos na competição.

Defendendo o Gavião Kyikatejê na elite paraense, o índio Aru marcou apenas um gol. Porém, o tento ocorreu diante do Paysandu, no estádio da Curuzu, em partida válida pela Taça Cidade de Belém o primeiro turno do Campeonato Paraense. Na ocasião, o Papão venceu o embate por 2 a 1, com tentos de Lima e Zé Antônio.

Divulgação/Facebook
Índio Aru durante seu trabalho de aquecimento no Gavião Kyikatejê, clube da elite paraense

*Especial para a GEnet

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade