Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Após despedida de “campeonato para esquecer”, Hungaro pede reforços

Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo pode amargar a pior campanha de sua história no Campeonato Carioca. Após o empate deste sábado, por 1 a 1, com o Nova Iguaçu, o Glorioso terminou a edição de 2014 com o oitavo lugar, mas ainda pode ser ultrapassado neste domingo, o que resultaria na pior colocação de todos os anos. O cenário desastroso fez com que Eduardo Hungaro clamasse por reforços.

“Tenho dito que o Botafogo precisa se reforçar na frente, e a diretoria está se movimentando nesse sentido. É evidente que precisamos de reforços, principalmente no setor ofensivo”, afirmou Eduardo Hungaro, visivelmente preocupado com o desempenho de sua equipe no restante da temporada.

De volta à Copa Libertadores após 18 anos, o Botafogo deu total prioridade à competição continental neste início de 2014. Sendo assim, jogou a maioria de suas partidas pelo Campeonato Carioca com reservas. A escolha custou caro, já que a ausência de titulares culminou na precoce eliminação.

“Foi um campeonato para a gente esquecer. Não queríamos esse resultado no estadual, claro que estamos todos chateados, porque nossa campanha não tem nada a ver com a tradição do Botafogo. É uma situação que temos que encarar de frente, com seriedade e responsabilidade”, completou o treinador.

Sem compromissos pelo Campeonato Carioca, já que está fora das semifinais, o Botafogo volta a campo apenas no dia 2 de abril. Pela Libertadores, na qual é líder do Grupo 2, o Glorioso recebe o chileno Unión Española, às 19h45 (de Brasília), na tentativa de garantir a classificação às oitavas de final.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade