Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Após fazer a lição de casa, Furacão já pensa em ‘decisão’ contra o Vélez

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O Atlético Paranaense deu um passo fundamental para garantir sua classificação no grupo 1 da Libertadores da América ao fazer a lição de casa diante do Universitário, com uma expressiva vitória por 3 a 0 que colocou o Rubro-Negro com a mesma campanha do Vélez Sarsfield na liderança. O atacante Ederson gostou da postura da equipe, que fez o que foi pedido pelo treinador.

“Estamos trabalhando todo dia muito firme, entrando no ritmo de trabalho do professor (Miguel Ángel Portugal). Jogamos em cima do adversário o tempo todo”, afirmou o artilheiro atleticano, que já projeta o duelo diante do Velez Sarsfield, em casa, valendo a liderança isolada. “Pode ser a partida da classificação e, jogando em casa, temos que nos impor”, completou.

Sobre o lance mais emblemático da partida, o gol perdido sem goleiro aos 33 minutos da etapa inicial, Ederson garante que não se abalou e pôde dar a resposta ainda dentro do jogo. “Eu tenho um prestígio muito grande com a torcida. Com aquele gol perdido não ia perder o brilho. Depois consegui dar uma assistência para o Felipe e fazer um gol para ajudar na nossa classificação”, avaliou.

Autor de um dos gols, Felipe entrou na segunda etapa e, pelo futebol mostrado, se credenciou a um lugar entre os titulares para a partida decisiva. “O importante é estar bem para quando precisar fazer um bom trabalho. Temos que estar preparados para tudo. Agora temos um grande jogo. Já jogamos lá (Buenos Aires) contra eles. Será difícil como todos os outros confrontos, mas a equipe tem que estar preparada”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade