Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Após fazer gol de pênalti, Pabon admite que Ceni ainda é o cobrador

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O colombiano Pabon marcou seu primeiro gol com a camisa do São Paulo na vitória por 3 a 1 sobre o XV de Piracicaba, na rodada passada do Paulistão, já que bateu o pênalti que fechou o placar no confronto. Porém, o jogador sabe que não terá muitas chances para efetuar cobranças, pois admite que o primeiro nome na hierarquia é o de Rogério Ceni.

“Nós decidimos vendo como estamos na hora do jogo. Quando houver a possibilidade, estou pronto, mas quem cobra é ele”, afirmou o atacante, demonstrando respeito pela prioridade do goleiro.

Pabon, que se arrisca também em algumas batidas de faltas, recebeu o aval de Ceni para efetuar a cobrança de pênalti contra o time de Piracicaba. Depois do jogo, o capitão explicou que era importante o gol para o colombiano, para que tivesse mais confiança.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Pabon fez seu primeiro gol em cobrança de pênalti, pois Ceni deu a permissão para o atleta bater
O atacante já havia pedido para bater em outra oportunidade, na derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta. Naquele compromisso, o colombiano fazia sua estreia, mas Ceni não permitiu e assumiu a responsabilidade para marcar o gol.

O capitão demonstra que não deve deixar de bater os próximos pênaltis do Tricolor. No treino de segunda-feira, Ceni exercitou sua pontaria em atividade com Denis, quando o restante do elenco já deixava o gramado. Assim, se o árbitro assinalar infração dentro da área na partida contra o Grêmio Osasco Audax, nesta quarta-feira, o goleiro deve exercer sua prioridade no Morumbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade