Futebol Internacional/Campeonato Inglês - ( - Atualizado )

Após rescisão, Federação pede à Fifa extensão de punição a Anelka

Londres (Inglaterra)

A Federação Inglesa de Futebol (FA) não aprovou a rescisão de contrato de Nicolas Anelka e pediu formalmente à Fifa que estenda a punição ao francês por gesto considerado antissemita a todos os campeonatos de futebol do mundo.

No sábado, o jogador anunciou que estava deixando o West Bromwich. Segundo o atacante, o clube teria feito uma proposta que não o agradou e acabou motivando sua saída. Aos 34 anos, o jogador procura agora um novo clube.

Para a Federação Inglesa, a saída do jogador foi motivada em decorrência da punição dada por uma Comissão Independente do futebol inglês. Anelka deveria cumprir uma suspensão de cinco jogos pelo West Bromwich, além de uma multa. A Fifa agora analisa se a punição deve ser estendida mundialmente.

Aos 34 anos, Anelka chegou a dizer que considera se aposentar do futebol após uma carreira com inúmeras polêmicas e desentendimentos. Em dezembro do ano passado, o atacante comemorou um gol pelo West Bromwich com um gesto criado por um humorista francês considerado como uma provocação a judeus e foi criticado até em seu país. O atacante, no entanto, negou que tivesse intenção de disseminar o antissemitismo com o ato e que só queria homenagear o comediante, que é seu amigo.

AFP
Em dezembro do ano passado, Anelka comemorou um gol com um gesto considerado antissemita e acabou punido

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade