Futebol/Campeonato Francês - ( - Atualizado )

Ataque resolve, PSG vence e impõe larga vantagem no topo da tabela

Bastia (França)

Fora de casa, o Paris Saint-Germain conquistou sua quarta vitória consecutiva no Campeonato Francês sem grandes dificuldades, neste sábado. O time parisiense, que poupou Thiago Silva, bateu o Bastia por 3 a 0, no estádio Armand Cesar, e agora está oito pontos à frente do segundo colocado, o Monaco, que também venceu, em casa, o Sochaux. Foi seu inspirado ataque, com gols de Lavezzi (duas vezes) e Ibrahimovic, que resolveu a partida válida pela 28ª rodada.

Com o resultado, o Bastia caiu uma posição. Figurando na parte intermediária da tabela, em 12º lugar, a equipe da casa não conseguiu conter o ímpeto ofensivo do time do técnico Laurent Blanc. Com o zagueiro titular da Seleção Brasileira no banco, Marquinhos atuou ao lado de Alex na defesa do PSG. Lucas, ex-jogador do São Paulo, também começou a partida entre os onze titulares.

O jogo – A torcida da casa não intimidou os jogadores do Paris Saint-Germain, que começaram o jogo com tudo. Logo no primeiro minuto, o brasileiro Lucas recebeu um belo cruzamento de Maxwell e disparou uma bomba do meio da grande área. Mas Modesto tirou a bola em cima da linha e evitou o pior.

Se o meia atacante não fez, o sueco Ibrahimovic resolveu o problema do PSG cinco minutos mais tarde. Lucas cruzou, Lavezzi foi travado perto da trave direita, a bola voltou e, após passe longo, Ibra subiu mais alto do que os beques adversários, cabeceando no contrapé do goleiro. Era o primeiro gol parisiense.

Antes mesmo do Bastia pensar em criar uma boa chance de gol, o Paris Saint-Germain balançou, novamente, as redes do arqueiro Leca. Aos 20, Lavezzi recebeu belo passe de Ibra e chutou no canto, ampliando o placar. Para fazer com que a bola chegasse no argentino, o sueco pulou e deu um toque de calcanhar em direção ao autor do segundo gol.

Para não ir aos vestiários sem nem incomodar Sirigu, o time da casa chegou ao ataque com Khazri, que aproveitou a sobra de um cruzamento e só não marcou porque o brasileiro Alex estava atento e pulou para tirar o perigo e ceder escanteio. Depois disso, os 24 minutos restantes da primeira etapa de jogo serviram apenas para o PSG administrar a ampla vantagem adquirida no início.

AFP
Ibrahimovic e o brasileiro Maxwell comemoram o primeiro gol do time parisiense
O segundo tempo começou, e nada mudou quanto ao domínio do time visitante. Aos 12, Lucas teve mais uma chance de anotar o seu. Em boa troca de passe, Maxwell chegou à linha de fundo pela esquerda e cruzou. Na pequena área, o brasileiro pulou de maneira estranha e concluiu meio de calcanhar, meio de costas, e o chute rolou fraco.

Aos 21, Cabave recebeu na frente da área e arriscou para o gol. A bola subiu e foi cair perto do travessão, assustando o goleiro Leca. Aos 35, mais um brasileiro entrou em campo, dessa vez no time da casa: Ilan (ex-jogador de Atlético-PR, São Paulo e Internacional) tentou resolver o problema do Bastia, mas não obteve resultado e assistiu à chegada do terceiro gol.

Aos 42 minutos Lavezzi, mais uma vez, deixou sua marca. Em jogada parecida com o segundo gol do PSG, Ibrahimovic desviou de cabeça, e o argentino ganhou do marcador na velocidade, driblou o goleiro e mandou para as redes. O duelo terminou em 3 a 0 para os visitantes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade