Futebol/Campeonato Baiano - ( - Atualizado )

Bahia faz 2 a 0 no Vitória e tira invencibilidade do rival

Salvador (BA)

De olho no futuro do Campeonato Baiano, o Bahia obteve um importante resultado contra o seu maior rival: o Vitória. O triunfo tricolor por 2 a 0 neste domingo na Fonte Nova, gols de Rayner e Lincoln, fortaleceu as esperanças do clube em ter uma possível vantagem na decisão do Estadual.

Ambos os times estavam classificados às semifinais e inalcançáveis em seus grupos. Por enquanto, o Vitória é o líder geral da competição, com 19 pontos. O Bahia vem logo atrás, com 17, e, dependendo dos resultados das semifinais, pode alcançar a melhor campanha e a vantagem na decisão.

Na semifinais, o Rubro-negro, líder absoluto do Grupo 2, enfrentará o Vitória da Conquista na próxima quarta-feira, às 20h30, no jogo de ida. O Tricolor, por sua vez, jogará contra o Serrano na mesma data e horário.

O jogo - O Vitória começou pressionando. Logo no primeiro minuto, o atacante Dinei sofreu falta do zagueiro tricolor Titi no meio de campo. Ayrton cobrou e a bola passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo.

Mas aos 11, o Bahia respondeu abrindo o placar. Lincoln cobrou escanteio cruzando para a área. Após embolação, Rayner aproveitou e bateu certeiro para o fundo da meta do goleiro Wilson.

Aos 14 minutos, o autor do primeiro gol entrou numa dividida com Alan Pinheiro. O atacante do Bahia levantou muito a perna, mas foi atingido no rosto pela sola da chuteira do jogador do Vitória. Alguns atletas se estranharam no meio da confusão.

O jogador do Bahia, Talisca, foi lançado pela esquerda aos 17 minutos e chutou para o gol. No susto, Wilson saiu para defender, mas a bola rolou para a linha de fundo.

No entanto, aos 24 minutos, o Tricolor acertou novamente o fundo da rede. Diego Macedo recebeu passe de Pittoni, subiu para a linha de fundo e cruzou para Lincoln, que mandou uma bomba para o gol de Wilson.

O Vitória reagiu e, cinco minutos depois, levou perigo. Alan Pinheiro recebeu passe de Dinei, invadiu a área e finalizou. A bola passou raspando pela trave.

No final do primeiro tempo, o rubro-negro arriscou novamente. Próximo à linha de fundo, Ayrton cruzou. A bola chegou à pequena área, Titi e Lomba se embolaram, e ela saiu perigosamente pela linha de fundo.

O Vitória encerrou com pressão. Dinei recebeu passe e, da linha da grande área, obrigou o goleiro Marcelo Lomba a trabalhar.

Entretanto, o Bahia voltou do intervalo querendo ampliar o placar e, logo aos dois da segunda etapa, o ataque tricolor viu a defesa rival desarticulada. Rhayner mandou para Talisca, que saiu em velocidade e ficou cara a cara com Wilson. Sozinho, ele manda para o gol. Mas o goleiro rubro-negro defendeu.

O Vitória desperdiçou duas chances de reverter o placar em oito minutos e acabou derrotado.

Os outros duelos da rodada foram responsáveis por definir os adversários dos times da capital. Confira os resultados:

Serrano 1x0 Vitória da Conquista
Catuense 3x3 Jacuipense
Juazeirense 2x2 Galícia

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade