Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Brasil tem obrigação de vencer Copa para apagar Maracanazo, diz Parreira

Rio de Janeiro (RJ)

Treinador da Seleção Brasileira na conquista do tetracampeonato mundial (em 1994) e atualmente coordenador técnico do time comandado por Luiz Felipe Scolari, Carlos Alberto Parreira disse, nesta quarta-feira, que o Brasil tem a obrigação de vencer a Copa do Mundo de 2014 para apagar o fracasso em 1950, quando os brasileiros perderam a final do Mundial para o Uruguai, no Maracanã.

“Nós somos, entre aspas, o país do futebol. O país do futebol perdeu a primeira Copa em casa, o país do futebol tem a obrigação de ganhar a segunda Copa em casa. Isso aí nos dá uma responsabilidade muito grande, mas que não está nos atingindo. A CBF nos deu todo o apoio, o presidente Marin, o Marco Polo, deram apoio para que a comissão técnica desenvolvesse o seu planejamento. Os jogadores estão imbuídos da importância de ganhar a Copa em casa. Temos um time muito bom, ao contrário do que muita gente pensa”, afirmou Parreira em entrevista à CBF TV.

AFP
Preparador físico da Seleção em 1970 e técnico em 1994, Parreira pode conquistar sua terceira Copa (foto: Vanderlei Almeida)
Treinador da África do Sul na Copa do Mundo de 2010, Parreira espera ver no Brasil o mesmo envolvimento que os sul-africanos tiveram no Mundial que sediaram.

"Eu tinha ido a cinco Copas dirigindo equipes, e naquela ocasião queria o time da casa. O sabor, o feeling, tudo é diferente. Envolvimento total do país, responsabilidade total que você tem, atenções todas voltadas à seleção, aos técnicos, aos jogadores. Pude presenciar como é importante a participação do povo, das pessoas envolvidas. No Brasil, não vai ser diferente. Terá até intensidade maior", completou.

Cabeça de chave do Grupo A da Copa do Mundo, o Brasil estreia na competição dia 12 de junho, quando enfrenta a Croácia na Arena Corinthians, em São Paulo. México e Camarões serão os outros adversários da Seleção na primeira fase.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade