Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Ceni recusa piscina para se habituar à bola da Copa do Brasil

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Todos os jogadores que foram titulares do São Paulo na vitória sobre o Corinthians passaram a tarde desta segunda-feira na piscina do CT da Barra Funda. Exceto Rogério Ceni, que foi a campo com os demais goleiros para se habituar à bola da Copa do Brasil, torneio em que a equipe estreia daqui a dois dias, diante do CSA, fora de casa.

Enquanto o time relaxava sob os cuidados de Roberta Rosas, professora de hidroginástica, o capitão treinou de bermuda sob orientação do preparador de goleiros, Haroldo Lamounier, juntamente com Denis e Renan Ribeiro. Mas seu primeiro contato com a bola da competição mata-mata (de marca diferente do material do Campeonato Paulista) também não foi demorado.

Depois de aproximadamente meia hora de trabalho, o camisa 1 se despediu dos goleiros reservas, que continuaram a defender arremates de curta distância de Haroldo Lamounier. Em rápida conversa com a GE.net, o substituto imediato de Ceni elogiou a bola, que seria mais leve e macia do que a da competição estadual.

"Foi o primeiro trabalho com ela. É importante treinar, porque há mesmo variações entre as bolas de um campeonato para outro", ressaltou Denis.

Dos jogadores de linha, apenas os que não começaram atuando no clássico - entre eles, o atacante Alexandre Pato, que fará sua estreia diante do CSA - treinaram com a bola, nesta segunda-feira. Os titulares, que se divertiram e jogaram biribol na piscina, terão o primeiro contato com ela na terça, já em Maceió.

Após visitar a equipe alagoana, o elenco são-paulino voltará a usar a bola do Campeonato Paulista, competição pela qual volta a campo no domingo para encarar o Ituano, no Morumbi, ocasião em que a diretoria lançará a nova coleção de uniformes do time.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade