Futebol/Copa da Liga Inglesa - ( - Atualizado )

City vira sobre Sunderland e é campeão da Copa da Liga Inglesa

Londres (Inglaterra)

O primeiro troféu do futebol inglês nesta temporada é azul. Ao bater o Sunderland de virada por 3 a 1, o Manchester City conquistou a Copa da Liga pela terceira vez em sua história e fez a festa da torcida Citizen presente ao Wembley. Apesar de sofrer com os contra-ataques adversários no primeiro tempo, a equipe azul voltou com tudo na metade final para virar o jogo e levantar a taça. Os gols do título foram marcados por Yaya Touré, Nasri e Jesús Navas.

O time de Manchester não levantava uma taça da Copa da Liga Inglesa há 38 anos. O último título tinha sido sobre o Newcastle, em 1976. A taça deste ano é a quarta conquistada pelos Citizensdesde que o clube passou a contar com investimento milionário para figurar entre os gigantes do futebol nacional.

A festa em Manchester vai até o próximo domingo, quando o City volta a campo para encarar o Wigan em duelo válido pelas oitavas de final da Copa da Inglaterra. Pela mesma competição, o Sunderland visita o Hull City na mesma data.

O jogo – A primeira grande oportunidade da partida foi criada pelo City, aos nove minutos, quando Agüero roubou a bola na entrada da área e chutou forte, obrigando Mannone a fazer ótima defesa. Mas quem abriu o placar foi o Sunderland, no minuto seguinte. Após bobeada de Fernandinho no meio-campo, o centroavante Borini recebeu lançamento às costas de Demichelis, ganhou a dividida com Kompany e bateu cruzado para colocar os Black Cats na frente.

Em desvantagem, os Citizens tiveram que se lançar ao ataque. Aos 26 minutos, Nasri recebeu dentro da área, mas, pressionado pela marcação, não conseguiu acertar o chute e facilitou a defesa do goleiro adversário. Pouco depois, David Silva encontrou Agüero em ótima posição, mas o argentino foi travado no último instante.

AFP
Golaço de Touré (número 42) deu início à virada azul em Wembley no começo do segundo tempo
Com a pressão azul, o Sunderland se resumiu a contra-atacar e com essa estratégia foi perigoso quando Borini recebeu lançamento longo e teve a chance de ampliar o placar, mas Kompany impediu ao se recuperar com um carrinho.

Se o time de Manchester encontrou dificuldades para furar a defesa adversário na primeira metade do jogo, a situação mudou nos primeiros minutos da etapa final. Após boas chances criadas por ambas equipes em chutes de fora da área de David Silva, pelo City, e Sung-Yueng, pelo Sunderland, quem mexeu no placar foi Yaya Touré. Sempre decisivo, aos dez minutos o marfinense trocou passes com Zabaleta na intermediária e mandou um chutaço de direita, encobrindo o goleiro e acertando o ângulo para empatar a partida.

Mal deu tempo de o torcedor azul comemorar o primeiro gol do City, que já saiu o segundo no minuto seguinte. Em boa triangulação pela esquerda, Kolarov cruzou na medida para Nasri pegar de primeira, dando efeito na bola e tirando do goleiro Mannone, que de novo nada pode fazer.

À frente no marcador, os comandados de Manuel Pellegrini seguiram melhor na partida, mas ainda assim o confronto seguiu emocionante, com chances criadas nos dois lados. Nasri quase marcou seu segundo gol no jogo aos 16 minutos e Fletcher aproveitou o pivô feito por Colback para bater de primeira, mas Pantilimon impediu o empate.

A dez minutos para o final, Kompany quase balançou as redes em bonito voleio após levantamento na área, mas quem fechou o placar foi Jesús Navas. Em contra-ataque tramado pelo meio, Touré deu velocidade à jogada e serviu o espanhol, que bateu para vencer Mannone e selar o tricampeonato do Manchester City.

AFP
Autores dos gols do Manchester City na decisão, Navas, Touré e Nasri fizeram a festa com troféu após o apito final

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade