Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Cleber pede para ficar e fazer história no “melhor clube do Brasil”

Helder Júnior São Paulo (SP)

Cleber já se sente completamente à vontade no Corinthians. Agora titular, ele não pronuncia mais o nome do rival São Paulo (prefere dizer “um time aí”), entrosou-se com “a turminha da zaga” e projeta um futuro promissor no clube do Parque São Jorge. Seus planos, no entanto, dependem também de um acordo milionário para vingar.

Contratado no segundo semestre do ano passado por R$ 6 milhões, investimento feito por um grupo de empresários, Cleber sabe que o Corinthians tem até a metade do próximo mês para exercer a prioridade de compra de 20% dos seus direitos econômicos. O valor é próximo de R$ 1,5 milhão.

“Espero que o Corinthians faça isso. Quero muito permanecer naquele que, para mim, é o melhor clube do Brasil atualmente e um dos melhores do mundo. Pretendo fazer história aqui, pois lutei muito para isso. Foi difícil vir para cá. Será muito bom continuar e gratificante se um clube como esse se esforçar para me ter”, comentou Cleber.

Divulgação/Agência Corinthians
Vindo da Ponte Preta em 2013, Cleber espera criar raízes no Corinthians (foto: Daniel Augusto Jr.)
Apesar da empolgação do zagueiro, o presidente Mário Gobbi não tem pressa para solucionar a questão. A sua prioridade é tirar o meio-campista Elias do Sporting, de Portugal. “Vamos ver o Elias primeiro, porque o prazo é para agora. Temos um tempo maior para lidar com o Cleber, com receitas para vir. Aí, veremos o que será melhor para nós e executaremos”, postergou o mandatário.

Cleber demorou a se firmar como titular do Corinthians. O técnico Mano Menezes preferiu inicialmente utilizar o jovem Felipe, contestado, ao lado de Gil quando Paulo André rumou para o futebol chinês. “Mas o entrosamento é muito bom com o Gil, com o Felipe, com o Pedro, com o Wanderson... Com geral. É a turminha da zaga. A gente fica na resenha. Conversando, o time vai se acertando”, afirmou, citando os seus outros concorrentes de posição.

Cleber e os seus amigos terão bastante tempo para se enturmarem ainda mais antes de o Campeonato Brasileiro começar, já que o Corinthians foi eliminado precocemente do Campeonato Paulista e classificou-se com antecipação à segunda fase da Copa do Brasil.

“O único lado ruim disso é a falta de ritmo de jogo, mas esperamos aproveitar o tempo livre para acertar os erros que estamos cometendo. Faremos alguns amistosos também. É isso aí: melhorar alguns pontos negativos, vendo DVDs de jogos e conversar. Vamos arrumar tudinho para o Campeonato Brasileiro”, prometeu Cleber, que espera já ter resolvido a pendência de sua contratação até lá.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade