Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Crítico da Copa, Romário reafirma lado torcedor, mas mantém alerta

Rio de Janeiro (RJ)

O ex-atacante da Seleção Brasileira e agora deputado federal Romário tem sido um dos mais fervorosos críticos do andamento das obras para a realização da Copa do Mundo no Brasil. A despeito das avaliações negativas, Romário não deixa de afirmar seu lado torcedor.

“Não deixaria de torcer para a Seleção Brasileira nem que o técnico fosse o (José Maria) Marin (presidente da CBF). Venho falando dos problemas da Copa fora de campo, mas dentro do gramado vou torcer e acho que o Brasil vai ganhar”, declarou, em entrevista ao canal de TV paga ESPN Brasil.

Apesar do apoio ao time brasileiro, Romário ressalta que uma possível conquista poderia esconder da população vários problemas do País.

“Ganhar um título pode encobrir uma série de problemas por que o País passa. Isso acontece principalmente no Brasil. Eu já fui um dos responsáveis por isso, em 1994. Naquele ano não teve os gastos da Copa aqui, mas nós tínhamos problemas que foram esquecidos porque ganhamos o Mundial”, completou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Romário reafirmou sua torcida pelo Brasil: "Mesmo que o Marin fosse o técnico"

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade