Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dani Alves alfineta Mano: "A gente precisava de um campeão"

Johanesburgo (África do Sul)

De acordo com Daniel Alves, Felipão é o maior responsável pelo renascimento da Seleção Brasileira, agora uma das favoritas para a Copa do Mundo no País. O lateral-direito do Barcelona criticou, mesmo que indiretamente, o trabalho do antecessor do técnico, Mano Menezes.

“A experiência de já ter disputado outros Mundiais ajuda, a gente precisava desse respeito no banco de reservas, de um campeão. Hoje, o elenco é comandado por mais de um campeão do mundo”, lembrou Dani Alves, referindo-se também ao coordenador-técnico Carlos Alberto Parreira.

Jefferson Bernardes/VIPCOMM
Daniel Alves acha que Felipão fez Seleção voltar a ganhar respeito dos adversários
Para o baiano, até as convocações do atual treinador são diferentes das de Mano. “Estava faltando uma constância nas convocações. Acho que, com a experiência, o Felipão conseguiu fazer isso em um curto espaço de tempo. Hoje, as pessoas olham o Brasil com respeito, isso não existia”, disse.

E, mesmo com 65 anos, Felipão, conhecido pelo seu jeito ranzinza e irônico nas coletivas de imprensa, encaixou-se no time nacional. “O grande mérito dele é ser espontâneo, saber o que quer. Absorvemos bem suas ideias. E não falo só futebolisticamente, mas também humanamente”, encerrou o jogador.

Sob o comando de Felipão, Dani Alves entrará em campo com a Seleção nesta quarta-feira, às 14 horas (de Brasília), no amistoso com a África do Sul, em Johanesburgo. Será o último jogo de data Fifa antes da convocação final para a Copa do Mundo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade