Futebol/Campeonato Paranaense - ( - Atualizado )

De virada, Atlético-PR sai na frente do Londrina na semifinal

Curitiba (PR)

Em jogo adiado das semifinais do Campeonato Paranaense 2014, o Atlético Paranaense sub-23 bateu de virada o Londrina, por 3 a 1, na partida de ida no Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba. O Furacão saiu atrás, mas, com um jogador a mais por todo o segundo tempo, conseguiu aproveitar a vantagem numérica e marcar duas vezes.

O Turbarão abriu o placar aos 31 minutos do primeiro tempo, com Joel, que recebeu levantamento na área e testou para o fundo das redes. Depois do intervalo, aos 32 minutos, Guilherme pegou sobra de bola para fuzilar e deixar tudo igual. Marcos Guilherme, aproveitando cruzamento de Mário Sérgio, decretou a virada e, com um golaço, aos 42 minutos, fechou contagem.

O próximo encontro entre os times será na quarta-feira, às 20h30, no Estádio do Café, em Londrina. Um empate ou uma vitória simples dá a vaga para o Rubro-Negro. O adversário precisará de dois gols de diferença pra levar o jogo para as penalidades.

O jogo – O Furacão começou com maior iniciativa, e tentava criar as primeiras oportunidades. Aos cinco minutos, Marcos Guilherme cobrou escanteio e Bruno Furlán testou para fora. Pouco depois, o atacante atleticano sentiu alguma coisa e pediu para sair de campo para a entrada de Nathan. Aos 13 minutos, Sidcley recebeu na entrada da área e bateu cruzado, mas ninguém aproveitou.

O Tubarão esperava para jogar no erro do adversário e nos contra-ataques. Aos 21 minutos, levantamento para Douglas Grolli, que fez falta de ataque no goleiro Rodolfo. O Londrina também perdeu um jogador lesionado, Maicon, que saiu para a entrada de Maicon Silva. Aos 25 minutos, Zezinho abriu espaço na defesa e arriscou o chute em cima da zaga.

A tática londrinense deu certo e, aos 31 minutos, bola na área rubro-negra e Joel apareceu para cabecear para o fundo das redes e abrir o placar. Deivid tentou responder, aos 38 minutos, com um chute de fora da área que desviou em Grolli e quase matou Vítor. Bidía, aos 44 minutos, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, deixando o time alviceleste desfalcado para os 45 minutos finais.

Na segunda etapa, o Londrina voltou com Silvio no lugar de Rone Dias. A primeira boa chance foi do time visitante, aos quatro minutos, com Joel, que cabeceou no ângulo para grande defesa de Rodolfo. O troco veio com Zezinho, que arriscou de longe, um minuto depois, para defesa de Vítor, que ainda deu rebote, mal aproveitado.

Crislan teve uma grande oportunidade para deixar tudo igual, aos 11 minutos, mas furou na frente do gol, facilitando o trabalho de Vítor. Aos 13 minutos, Mário Sérgio pegou sobra de bola e bateu cruzado, em cima da defesa, que afastou o perigo. Mesmo com um a menos em campo, o Tubarão ainda encaixava alguns ataques perigosos, como aos 18 minutos, com Celsinho, que aproveitou rebote de Rodolfo e bateu por cima da meta.

O Atlético criava situações de gol, mas abusava dos erros. Aos 24 minutos, Nathan fez bela jogada individual e chutou fraco, quase um recuo. Até que, aos 32 minutos, Guilherme pegou sobra de bola após cobrança de escanteio e chutou forte, no canto esquerdo, para deixar tudo igual no placar. Aos 39 minutos, Mário Sérgio cruzou e Marcos Guilherme desviou para decretar a virada. Ainda deu tempo para Marcos Guilherme, aos 42 minutos, tabelar com Nathan e, com categoria, tirar do goleiro para fechar a contagem.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade