Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Decisivo, Osvaldo celebra gol e diz que não temeu perder posição

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET São Paulo (SP)

Cotado para deixar o time titular diante do CSA para entrada de Alexandre Pato, na última quarta-feira, Osvaldo recebeu respaldo do treinador Muricy Ramalho, foi mantido na escalação principal e marcou o gol que definiu triunfo por 1 a 0. Empolgado com o desempenho mostrado em território alagoano, o atacante celebrou sua fase atual e destacou ponto importante para ter sido decisivo: confiança.

“Ainda bem que o Muricy não ouviu vocês da imprensa, senão eu sequer teria jogado e feito o gol (risos). Tenho feito uma função importante em campo, ajudando na marcação do lateral adversário. Apesar dos comentários, eu achava que o Pato seria mantido na posição que tem treinado, mais no meio-campo, e eu continuaria na minha. Graças a Deus tenho conseguido agarrar as oportunidades que recebo”, afirmou.

Impossibilitado de atuar no Campeonato Paulista por já ter disputado cinco jogos pelo Corinthians, Alexandre Pato estreou pelo São Paulo somente contra o CSA. A expectativa era de que Osvaldo ou Dorlan Pabón deixassem a equipe titular, mas quem acabou indo para o banco de reservas foi o meio-campista Paulo Henrique Ganso. Com isto, o camisa 11 cumpriu função mais centralizada, jogando atrás do centroavante Luís Fabiano.

A opção feita por Muricy Ramalho deu certo e, aos nove minutos da etapa complementar, Osvaldo recebeu assistência de Alexandre Pato dentro da grande área, girou diante dos zagueiros adversários e, de perna esquerda, garantiu a vitória ao time tricolor. E, segundo o atacante, a confiança foi fator primordial para reconquistar espaço entre os titulares do São Paulo.

“Eu já passei por altos e baixos aqui no São Paulo. Eu não queria sair do clube em baixa, então tracei reconquistar meu espaço como objetivo. Agora, estou conseguindo dar a volta por cima e repetir o que fiz em outras equipes. Estou feliz pelos elogios e espero continuar ajudando nossa equipe”, encerrou o atleta, que soma três gols em 14 partidas nesta temporada.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Osvaldo foi convocado para Seleção Brasileira em abril de 2013, mas entrou em declínio na sequência

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade