Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Empresa se põe à disposição para esclarecimentos após acidente

São Paulo (SP)

A WDS Construções, empresa em que o operário Fábio Hamilton da Cruz trabalhava, emitiu comunicado oficial na noite deste sábado para informar que prestará toda a assistência à família do funcionário e também se coloca à disposição das autoridades para esclarecimento.

O comunicado partiu da Fast Engenharia, que presta serviço na Arena Corinthians e contratou a WDS para a execução de trabalhos no local. Fábio Hamilton da Cruz morreu na tarde deste sábado, depois de sofrer uma queda no período da manhã, enquanto trabalhava na instalação de arquibancadas provisórias no setor sul do estádio.

As empresas também lamentaram a morte do operário e reiteraram que o funcionário tinha todos os equipamentos de segurança à disposição. Esta foi a terceira vítima fatal nas obras do estádio corintiano, pois outros dois trabalhadores não resistiram aos ferimentos da queda de um guindaste em novembro do ano passado.

Confira abaixo o comunicado na íntegra:
A Fast Engenharia lamenta profundamente a morte de Fábio Hamilton da Cruz, funcionário da WDS Construções, ocorrida na tarde deste sábado, 29.

Informa que recebeu o seguinte comunicado da subcontratada WDS Construções, empregadora de Fábio Hamilton:

1) A WDS lamenta profundamente o acidente e assegura que está e estará prestando toda a assistência e apoio à família de seu funcionário;

2) A empresa reitera que seu funcionário era treinado, conhecia a atividade e tinha à disposição todos os equipamentos necessários;

3) A WDS se coloca à disposição das autoridades para contribuir com todos os esclarecimentos necessários para a elucidação das causas do acidente.

WDS Construções

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade