Futebol/Campeonato Catarinense - ( )

Eutrópio fecha treinos, mas nega surpresas: "Todo mundo nos conhece"

Florianopolis (SC)

Nas vésperas da partida decisiva contra o Criciúma, o técnico Vinícius Eutrópio optou por fechar o treinamento para não dar armas ao adversário. Questionado sobre os motivos do mistério, porém, o treinador alvinegro garante que não guarda surpresas.

“Quanto menos armas você dá ao adversário, melhor. No Criciúma o Caio (Júnior, treinador) tem uma equipe muito boa de trabalho, de observação. No que a gente puder dificultar, a gente vai dificultar”, admitiu. “Mas isso casou muito com os nossos problemas, na verdade. Como a gente tem várias dúvidas, no sentido de ir para o jogo ou não, aproveitei este momento para tentar solucionar internamente. Nada no sentido de esconder o jogo, nosso sistema de jogo é sempre o mesmo. Todo mundo nos conhece”, explica.

Antes do clássico contra o Avaí na Série B do Campeonato Brasileiro no ano passado, Eutrópio também impediu que a imprensa tivesse acesso aos treinos do Figueirense e o segredo naquela ocasião deu certo: surpreendendo o rival ao escalar três atacantes, o treinador teve grande mérito na goleada por 4 a 0 em plena Ressacada.

O Figueira encara o Criciúma fora de casa precisando apenas de um empate para se garantir na final do Campeonato Catarinense. A partida tem início às 16 horas (de Brasília) deste domingo e será realizada no Heriberto Hülse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade