Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ex-clubes de Bellini, Vasco e São Paulo lamentam falecimento

São Paulo (SP)

O Vasco e o São Paulo, clubes em que Bellini mais atuou na carreira, manifestaram sentimento de pesar após a notícia da morte do zagueiro bicampeão do mundo com a Seleção Brasileira em 1958 e 1962.

No Gigante da Colina, Bellini realizou 430 partidas e conquistou 10 títulos entre os anos de 1952 e 1961. A diretoria do clube, em nota oficial, ressaltou alguns de seus feitos e demonstrou solidariedade aos familiares.

No São Paulo, Bellini atuou em uma época de jejum de títulos e não chegou a levantar uma taça pelo Tricolor. Ainda assim, disputou 214 jogos com a camisa do clube, durante sete temporadas e marcou história na equipe da capital.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Bellini eternizou o gesto de levantar a taça de campeão em 1958; o ato passou a ser repetido por todos os vencedores que se seguiram
Os são-paulinos ressaltaram as principais características do jogador, que segundo a nota emitida pelo site, era “raçudo e voluntarioso”.

Além das passagens por Vasco e São Paulo, Bellini também atuou no Itapirense e no Sanjoanense, no início da carreira. Em 1969, depois de jogar pelo Tricolor Paulista, ele se transferiu para o Atlético-PR. No Furacão, ele encerrou a carreira de conquistas.

O capitão do primeiro título mundial da Seleção Brasileira sofria de Mal de Alzheimer há 10 anos e foi internado nesta semana, falecendo no início da noite desta quinta.

O enterro do corpo de Bellini ocorre nesta sexta-feira, no Cemitério Municipal de Itapira, no interior de São Paulo, cidade-natal do ex-jogador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade