Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Expulsão rende pena de um jogo, e Ganso fica livre para quartas

São Paulo (SP)

Julgado nesta segunda-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva pela expulsão no jogo contra o Ituano, Paulo Henrique Ganso foi punido com uma partida de suspensão. Como cumpriu automática, o meia está livre para reforçar o São Paulo nas quartas de final do Campeonato Paulista.

Em jogo único, a partida contra o Penapolense foi confirmada pela Federação Paulista de Futebol para quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), no Morumbi. Além dele, o técnico Muricy Ramalho poderá contar com o zagueiro Antônio Carlos e o atacante Luis Fabiano, que zeraram os cartões ao cumprir suspensão na rodada passada.

Ganso foi denunciado com base no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (praticar jogada violenta), com pena prevista de uma a seis partidas, porém recebeu apenas um jogo de gancho, já cumprido diante do Botafogo, no domingo.

A pena branda já era prevista pela comissão técnica e pelo departamento jurídico do clube, uma vez que o jogador aplicou carrinho apenas para parar um contragolpe, sem violência excessiva. Além disso, ele ainda não havia recebido nenhum cartão vermelho na temporada.

Com ele e todo o elenco à disposição - exceto pelo volante Souza, que segue em recuperação de lesão no joelho direito -, Muricy Ramalho encerra sua preparação nesta terça-feira à tarde.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade