Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Felizes, santistas pregam respeito na semifinal e almejam evolução

Santos (SP)

Com 43 gols marcados no Campeonato Paulista até aqui, o Santos tem conquistado placares elásticos na disputa estadual. Felizes com mais uma goleada, dessa vez por 4 a 0 diante da Ponte Preta, pelas quartas de final, os jogadores alvinegros pregaram respeito ao próximo adversário e afirmaram que a chuva de gols é consequência de um bom trabalho realizado dentro de campo.

Antes mesmo de saber que enfrentaria o Penapolense, Leandro Damião foi o primeiro a pedir atenção redobrada com o confronto da semifinal. “Agora, é ficar ligado no próximo clube. Não é porque estamos ganhando por muitos gols que vamos menosprezar. Temos que manter a seriedade, jogando da mesma maneira”, disse o centroavante.

Na mesma linha, o volante Arouca aproveitou para enaltecer a Ponte Preta. “Sabemos que teremos a mesma dificuldade que tivemos nas quartas. É importante entrar forte. Eles vieram de Campinas focados. É uma excelente equipe e desde o início impôs o ritmo”, analisou. Homem de confiança do técnico Oswaldo de Oliveira, ele foi além. “Não entramos pensando em golear nunca. Queremos fazer o melhor para o time, que é vencer e buscar o título”.

Autor de um dos gols do jogo da última quarta-feira, Gabriel acredita que melhorias ainda devem ser feitas na equipe santista. O atacante atuou ao lado de Damião e Geuvânio e deu trabalho à zaga campineira.

Ivan Storti/Santos FC
Destaques, Gabriel e Geuvânio têm sido muito elogiados pelo técnico Oswaldo de Oliveira. Dupla atua pelos lados, enquanto Damião joga pelo meio no ataque santista
“Estamos com os pés no chão, não ganhamos nada e temos muito que evoluir. Mas o caminho a seguir é mesmo esse”, disse o camisa 7, que quase foi substituído antes de anotar o seu. “Vi o Alison e o Oswaldo conversando e pensei que ele fosse reforçar o meio. Fiz o meu e fui lá falar para o professor não me tirar”, disse aos risos, após dar lugar ao jovem volante.

O Santos volta a campo no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), na Vila Belmiro, para encarar o Penapolense, pelas semifinais do Campeonato Paulista. Sob o comando do técnico Narciso, o time de Penápolis eliminou o São Paulo, no Morumbi, nos pênaltis e se classificou. A Pantera chega confiante ao confronto, já que bateu o Peixe, por 4 a 1, na fase de grupos do Estadual. Único revés do time da baixada até aqui.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade