Futebol Internacional/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Flamengo reencontra Bolívar em La Paz para não se complicar

Gazeta Press La Paz (Bolívia)

O Flamengo ainda não conseguiu assimilar bem o empate por 2 a 2 com o Bolívar, em casa, na semana passada. Isso porque os dois pontos perdidos no Maracanã podem custar caro mais na frente. Uma forma de evitar isso é derrotar o próprio time boliviano nesta quarta-feira, às 22h(de Brasília), no Estádio Hernando Silles, em La Paz, capital da Bolívia, em duelo válido pela quarta rodada do Grupo 7.

Com os últimos resultados, o Flamengo aparece na segunda posição da chave com os mesmos pontos do León, que nesta quarta-feira, no México, recebe o Emelec, do Equador, líder com seis pontos. O time brasileiro sequer pode pensar na possibilidade de perder, já que, neste cenário, seria ultrapassado pelo próprio Bolívar, lanterna com dois pontos.

Cientes de que os dois pontos perdidos no Rio de Janeiro estão fazendo a diferença, pois o Flamengo poderia estar na liderança neste momento, os flamenguistas reconhecem a obrigação de pontuar fora de casa.

"Temos que recuperar os pontos perdidos em nossa casa, no Maracanã, onde estivemos com a vitória nas mãos e acabamos permitindo que o adversário se recuperasse e pontuasse. Agora, do mesmo jeito que o Bolívar conseguiu ter sucesso em sua estratégia no Rio de Janeiro, nós temos que ter sucesso em nossa estratégia na Bolívia", reconheceu o meia Everton.

Apesar da necessidade de recuperar como visitante os pontos perdidos no Rio de Janeiro, os jogadores do Flamengo evitam entrar em qualquer tipo de desespero. Inclsuive, fogem quando o assunto envolve a Matemática da classificação.

"Não devemos ficar fazendo contas em relação ao que precisamos para nos classificarmos. Temos que ir a campo diante do Bolívar e nos dois jogos restantes e buscarmos o resultado que nos interessa, que é a vitória. Se ganharmos os jogos que faltam com certeza vamos conseguir nos classificar e ficaremos entre os primeiros, algo importante por conta das vantagens nas oitavas", disse o goleiro Felipe.

Em termos de escalação, o Flamengo terá novidades em relação ao jogo da semana passada. O volante paraguaio Víctor Cáceres, com luxação no ombro direito, e o meia Elano, lesão no músculo posterior da coxa direita, ficam de fora. Assim, eles serão substituídos, respectivamente, por Amaral e Carlos Eduardo. Em compensação, o lateral direito Leonardo Moura e o lateral esquerdo André Santos, que tinham sido vetados do jogo anterior por conta de dores na coxa esquerda, estão recuperados e reaparecem nas vagas de Léo e João Paulo, respectivamente.

Pelo lado do Bolívar, o técnico espanhol Xabier Azkargorta alertou seus comandados sobre os perigos de enfrentar um Flamengo que precisa do resultado para conseguir a classificação.

"O Flamengo vem mordido pelo fato de precisar dar o troco após termos roubado pontos deles no Rio de Janeiro. Mas dessa vez também precisamos do resultado para seguirmos na briga. Se ganharmos essa partida nossas chances de classificação se tornarão maiores", analisou o treinador.

Xabier Azkargorta, sem maiores problemas, vai repetir a escalação da partida da semana passada. No fim de semana o Bolívar fez 2 a 0 no Guabirá e é o sexto colocado no Campeonato Boliviano.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVAR-BOL X FLAMENGO-BRA

Local: Estádio Hernando Silles, em La Paz (Bolívia)
Data: 19 de março de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Mário Díaz de Vivar (Paraguai)
Assistentes: Carlos Cáceres (Paraguai) e Eduardo Cardozo (Paraguai)

BOLÍVAR: Romel Quiñónez, Edemir Rodríguez, Nelson Cabrera e Luis Gutiérrez; Gerardo Yacerotte, Damir Miranda, Juan Miguel Callejón, José Luis Capdevila, Wálter Flores e William Ferreira; Juan Carlos Arce
Técnico: Xabier Azkargorta

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Amaral, Muralha, Carlos Eduardo, Gabriel e Everton; Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade