Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Fluminense e Vasco lutam pela vice-liderança do Carioca

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Com o Flamengo tendo garantido por antecipação o título da Taça Guanabara, a grande atração da penúltima rodada da fase de classificação do Campeonato Carioca será a disputa entre Fluminense e Vasco pela segunda posição, que também dá o direito de jogar por dois empates nas semifinais. Com isto, o destaque do fim de semana será o clássico entre os dois, programado para este domingo, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã.

O Tricolor aparece atualmente na segunda posição, com 27 pontos, e praticamente vai garantir a vantagem em caso de empate. A situação estaria ainda melhor se o time não tivesse apenas empatado por 2 a 2 com o Duque de Caxias no último fim de semana. Com dois pontos a menos, o Vasco, que vem de empate por 1 a 1 com o Bonsucesso, só pensa em ganhar.

“É realmente muito importante conquistar essa vantagem, pois estamos falando de semifinais que deverão ser marcadas por um certo grau de dramaticidade, por ser mata-mata, e também, dependendo do que acontecer, de rivalidade. Portanto, posso garantir que o Vasco vai com tudo em busca dos três pontos”, disse o atacante Reginaldo.

O Fluminense também não esconde que mira a segunda posição. “Infelizmente não conseguimos a primeira colocação e a vantagem nas fases próximas da competição. Porém, ainda podemos terminar na segunda posição, o que nos dá uma pequena vantagem na semifinal pelo menos. É em cima disso que precisamos trabalhar daqui para frente. Temos que terminar essa etapa na melhor posição possível e lutaremos por isso”, prometeu o volante Jean.

Justamente por conta do interesse das duas equipes nesta vantagem, os tricolores esperam um clássico com caráter decisivo, como denunciam as aspas do atacante Rafael Sobis. “É natural que os dois times procurem pelo resultado. O Vasco vai fazer de tudo para vencer esse jogo e chegar na última rodada dependendo dele para ter a vantagem. Também podemos deixar a situação encaminhada com uma vitória e não podemos abrir mão de lutar por isso. O resultado desta partida pode ter impacto importante quando o Campeonato Carioca começar a afunilar de verdade e não podemos perder a chance de chegarmos em melhores condições na decisão”, alertou o atacante.

Arte GE.Net
Na visão de Adilson Batista, técnico do Vasco, o ganhador deste domingo vai chegar com moral nas semifinais. “Se formos analisar tudo o que representa o jogo, posso dizer que o ganhador chegará com mais empolgação nas semifinais. Moral no futebol se conquista com resultados positivos, ainda mais em um jogo desses, um confronto direto”, lembrou Adilson.

Em termos de escalação, os dois treinadores fazem mistério. Adilson Batista poderá contar com o retorno do lateral-direito André Rocha, que cumpriu suspensão contra o Bonsucesso e recupera posição. Como Marlon vem se destacando, Diego Renan, que na rodada passada jogou improvisado na direita, perde a posição. O meia Éverton Costa é a principal novidade do time, reaparecendo na vaga do volante Fellipe Bastos. Já no gol, a dúvida fica entre Martín Silva e Diogo Silva. Titular, o primeiro voltou ao Rio de Janeiro na noite da última sexta, uma vez que estava acompanhando os primeiros dias de vida de sua filha. No sábado, ele treinou normalmente e esbanjou boa forma, largando na frente do reserva.

Pelo lado do Fluminense, o técnico Renato Gaúcho vai promover o retorno do zagueiro Gum, que cumpriu suspensão diante do Duque de Caxias. Como o suspenso da vez é Elivélton, punido com o terceiro cartão amarelo, Leandro Euzébio permanece entre os titulares. Como Carlinhos, que retornaria após se recuperar de uma pubalgia, foi liberado para resolver problemas particulares, o meia Chiquinho será improvisado na lateral-esquerda.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X VASCO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de março de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Rodrigo Henrique Corrêa (RJ)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Chiquinho; Valencia, Diguinho, Jean e Darío Conca; Rafael Sobis e Fred
Técnico: Renato Gaúcho

VASCO: Martin Silva (Diogo Silva); André Rocha, Luan, Rodrigo e Marlon; Pablo Guiñazu, Pedro Ken e Douglas; Éverton Costa, Edmílson e Reginaldo
Técnico: Adilson Batista

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade