Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Grêmio perde muitos gols e fica no 0 a 0 com o Newell’s na Arena

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O Grêmio pressionou, mas não conseguiu vencer a defesa do Newell’s Old Boys. Em uma partida equilibrada no primeiro tempo e dominada pelos gaúchos no segundo, o Tricolor acabou ficando no 0 a 0 com os argentinos. Mais de 43 mil torcedores compareceram à Arena na noite desta quinta.

O primeiro tempo foi extremamente equilibrado. Grêmio e Newell’s adotaram uma marcação adiantada, encurtando o campo, o que resultou em uma partida com muita intensidade, mas poucas chances de gol. Na etapa final, o time gaúcho tomou conta do jogo e criou diversas situações, mas perdeu oportunidades demais e acabou ficando no zero.

Com o empate, o Grêmio mantém a liderança do grupo da morte da Libertadores, com 7 pontos. O Newell’s está empatado na vice-liderança, ao lado do Atlético Nacional, com 4. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no Coloso del Parque, em Rosário. O Grêmio ainda jogará domingo, pelo Gauchão, diante do Pelotas.

O jogo – A primeira boa chegada gremista ocorreu aos cinco minutos: Zé Roberto tabelou com Barcos e invadiu a área, mas Guzmán saiu aos seus pés e evitou o gol. Aos 16, o experiente zagueiro Heinze cometeu um erro bobo, atravessando uma bola na frente da área que foi dominada por Luan. O menino, porém, não conseguiu dominar e chutar com velocidade, perdendo a chance.

AFP
Em um jogo muito truncado, o Grêmio desperdiçou boas chances e não conseguiu vencer o Newell's Old Boys
Aos 21, o Newell’s é que levou perigo em chute de Ponce na rede pelo lado de fora. Oito minutos mais tarde, Maxi Rodríguez arriscou com perigo de fora da área. A equipe argentina teve mais posse de bola na parte final do primeiro tempo, neutralizando as tentativas gremistas. Porém, com muitos erros de passe, não conseguiu mais levar perigo a Marcelo Grohe.

O Grêmio voltou mais aceso e pressionando no segundo tempo, mas a primeira chance foi do time argentino: Cáceres deu janelinha em Zé Roberto e chutou com perigo de fora da área. Aos 10, Luan deu passe sensacional de calcanhar para Zé Roberto, que arrematou sobre a zaga. Aos 12, Riveros bateu da entrada da área para boa defesa de Guzmán.

No minuto seguinte, Riveros deixou o campo para a entrada de Dudu, que em sua primeira jogada na partida arrematou para defesa segura do goleiro argentino. Aos 16, Pará cruzou da direita e Zé Roberto cabeceou por cima. Aos 26, Barcos recebeu grande passe na área de Luan e Guzmán fez grande defesa. Na jogada seguinte, um cruzamento da esquerda passou na frente de Werley, que estava livre na pequena área.

O Grêmio aumentou a pressão em busca da vitória. Aos 32, Alán Ruiz teve a chance, mas seu chute bateu sobre a zaga. Dois minutos depois, Ruiz deu a Barcos, livre, mas dentro da área ele bateu para fora, perdendo chance incrível. Aos 37, um bombardeio na área argentina: primeiro o goleiro Guzmán fez grande defesa em chute de Werley, e na sequência Pará explodiu no travessão. Aos 45, Maxi Rodríguez recebeu de Barcos e bateu com perigo pra fora.

O’Higgins empata com o Cerro – Diante de sua torcida, o O’Higgins manteve a invencibilidade nesta edição da Libertadores. O time chileno começou bem, abriu dois gols de vantagem, mas, após ter um jogador expulso, acabou levando um susto e viu o tradicional Cerro Porteño chegar ao empate, definindo o resultado em 2 a 2. Sendo assim, os anfitriões mantiveram a liderança do Grupo 3, com cinco pontos, enquanto os paraguaios ocupam o segundo lugar, com quatro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade