Futebol/Libertadores - ( )

Grêmio tenta encaminhar classificação na Libertadores contra o Newell’s

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Líder do “grupo da morte” da Libertadores com 6 pontos e 100% de aproveitamento, o Grêmio pode ficar perto da vaga nesta quinta-feira. O Tricolor receberá o Newell’s Old Boys, na Arena, às 21h15, e caso vença os argentinos abre vantagem de cinco pontos em relação à vice-liderança e de seis pontos sobre o terceiro colocado, o primeiro fora da zona de classificação à próxima fase.

Além das duas vitórias nas rodadas iniciais, um resultado em especial facilitou a vida do Grêmio: o empate em 2 a 2 entre Atlético Nacional e Nacional-URU, em Medellín, na última terça. Favoritos, os colombianos perderam dois pontos em casa, e foram a 4 pontos. O Grêmio, se bater o Newell’s, vai a 9. Os argentinos têm 3 pontos, e buscam uma vitória para se igualar aos gaúchos na liderança do grupo, indo a 6.

Apesar da boa fase e da situação relativamente confortável na Libertadores, o Grêmio prevê um jogo de grandes dificuldades contra a equipe de Rosário, semifinalista da Libertadores do ano passado. O fato de o time gaúcho visitar o Newell’s na semana que vem, no Estádio Coloso del Parque, aumenta a necessidade de um bom resultado em Porto Alegre para o time de Enderson Moreira.

“Claro que alguns jogadores se destacam pela técnica, mas temos que nos preocupar é com o time do Newell’s. Temos uma marcação já definida, e vamos analisar algumas coisas essa semana, mas não vamos criar nenhuma situação específica. É um time que sabe como jogar, mas tenho certeza que vamos fazer um grande jogo”, projetou o comandante gremista, após a vitória por 3 a 1 sobre o Passo Fundo, domingo, pelo Campeonato Gaúcho.

Lucas Uebel/GFBPA
Treinador não revela escalação que vai a campo, mas garante que Tricolor terá boa atuação nesta quarta
E Enderson terá time completo para encarar o desafio desta quinta-feira. Ainda assim, a equipe não está totalmente definida. O treinador mantém a dúvida entre começar o jogo com o volante Edinho, mantendo o Grêmio num 4-4-2 com três volantes, ou Dudu, dando ao time mais agressividade e um terceiro atacante. No treino realizado na terça-feira, as duas formações foram testadas.

Depois de viver uma crise entre os meses de outubro e fevereiro, quando completou 13 partidas sem vencer, o Newell’s voltou a encaixar e ganhou três dos seus últimos cinco jogos. Todas as vitórias foram por goleada: 4 a 1 sobre o Atlético Rafaela e sobre o Vélez Sarsfield, ambas pelo Campeonato Argentino, e 4 a 0 sobre o Nacional-URU, pela Libertadores. Fora de casa, porém, a equipe não vence há dez partidas, desde outubro de 2013. Domingo, perdeu por 1 a 0 para o Olimpo, em Bahía Blanca.

Ainda assim, a equipe de Rosário inspira cuidados. O técnico Alfredo Berti terá voltas importantes à equipe: Figueroa, Casco, Bernardi e Villalba, que não atuaram diante do Olimpo, jogarão na Arena. Ainda assim, o zagueiro Mateo, o rápido atacante Muñoz e o meia Tonso, todos lesionados, não virão ao Rio Grande do Sul. A ideia, entretanto, é não ficar recuado, nem esperar o Grêmio, mas encarar os gaúchos.

“Vamos jogar de igual para igual. Sabemos que será uma partida dura, pois eles têm muitas individualidades. Temos que fazer um jogo inteligente, pressionar, jogar como nós sabemos. Vamos buscar os três pontos. O Grêmio tem categoria, mas nós também temos, e não vamos mudar o nosso modo de jogar”, afirmou o lateral Casco, em entrevista ao jornal argentino Olé.

A expectativa da direção do Grêmio é de que 45 mil torcedores compareçam à Arena nesta quinta para a partida contra o Newell’s. O maior público da história do estádio gremista em jogos oficiais foi de 43.899 torcedores, na semifinal da Copa do Brasil do ano passado, contra o Atlético-PR.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X NEWELL’S OLD BOYS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 13 de março de 2014, quinta-feira
Horário: 21h15 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)
Assistentes: Carlos Cáceres e Diego Gaona (ambos paraguaios)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Wendell; Edinho (Dudu), Ramiro, Riveros e Zé Roberto; Luan e Barcos
Técnico: Enderson Moreira

NEWELL’S OLD BOYS: Guzmán; Cáceres, López, Heinze e Casco; Villalba, Bernardi e Banega; Maxi Rodríguez, Figueroa e Ponce
Técnico: Alfredo Berti

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade