Futebol - ( - Atualizado )

“Ídolos Eternos” proporciona encontro entre ex-craques e torcedores

São Paulo (SP)

Os torcedores dos grandes clubes de São Paulo terão uma boa oportunidade para encontrar ídolos do passado em partidas de futebol neste mês de março. O programa “Ídolos Eternos”, idealizado pelo jornalista Felipe Abreu e pelo empresário Eduardo Rosemberg, vai proporcionar jogos de society nos quais os fãs paulistas poderão atuar ao lado de ex-jogadores, como Nenê, Amaral, Jamelli e Amoroso.

"Serão jogadores que construíram com garra e muito talento no traquejo com a bola sua própria história dentro do Esporte e, ainda, colocaram seu nome para sempre ao lado dos grandes craques que fizeram a História do nosso futebol, amado e respeitado nos quatro cantos do planeta", explica Felipe Abreu, que ajudou a criar a iniciativa "Jogue com seu ídolo".

Já o empresário Eduardo Rosemberg explica que o objetivo é fazer com que os fãs de futebol relembrem episódios marcantes do passado desses jogadores. "A gente nasceu e cresceu ouvindo essa historinha de que 'o brasileiro tem memória curta'. Criamos o 'Ídolos Eternos', para resgatar a história de grandes atletas de futebol do passado e proporcionar a eles e seus torcedores uma quase utópica socialização", disse o criador.

As partidas, com sete jogadores para cada lado, serão realizadas na Arena WS, que faz parte do complexo do Nacional Atlético Clube, em São Paulo, sempre com a participação de dois ex-atletas. A ideia é fazer dois tempos de 25 minutos, e, em cada um deles, o torcedor jogará com um dos craques. "Em outras palavras, vamos proporcionar ao fã a experiência única de ficar cara a cara com o seu ídolo futebolístico e, ainda, jogar com ele", esclareceu Felipe.

No dia 12 de março, Jamelli, ex-atacante do São Paulo e Santos, além de Nenê, ex-zagueiro do Corinthians, marcarão presença no evento. Já no dia 26, será a vez do ex-atacante Amoroso, que levou passou por Guarani, São Paulo e Udinese, e também, do ex-volante Amaral, que jogou por Palmeiras, Corinthians, Parma e Fiorentina. As vagas são limitadas a 10 jogadores por partida.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade