Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Jefferson salva, Botafogo vence equatorianos e assume ponta isolada

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo assumiu a liderança do Grupo 2 da Taça Libertadores, ao derrotar o Independiente Del Valle, do Equador, por 1 a 0, em partida disputada na noite desta terça-feira, no Maracanã. O único gol do jogo foi marcado por Ferreyra, aos dois minutos do primeiro tempo.

O resultado fez a equipe alvinegra chegar aos sete pontos ganhos, enquanto o Independiente segue com quatro pontos, na segunda posição.

A vitória foi muito sofrida para a torcida botafoguense. O time de General Severiano caiu de produção no segundo tempo e sofreu grande pressão da equipe equatoriana que criou algumas chances para empatar. O goleiro Jéfferson apareceu em momentos importantes para salvar o time e acabou se tornando o destaque da partida.

O jogo - O Botafogo começou a partida no ritmo da empolgada torcida e, logo aos dois minutos, marcou o primeiro gol. Lucas recebeu na direita e fez um cruzamento preciso na cabeça de Ferreyra. E o Tanque colocou a bola nas redes de Azcona que saltou,mas não conseguiu fazer a defesa.

Em desvantagem, a equipe equatoriana tentou partir para a reação, adiantando seus jogadores de meio campo para criar dificuldades para o time de General Severiano.Aos seis minutos, depois de uma boa triangulação na entrada da área, a bola foi lançada para González que bateu cruzado, mas Jéfferson salvou com os pés, evitando o gol de empate.

Depois de passar alguns minutos suportando a pressão equatoriana, o Botafogo voltou ao ataque e, aos dez minutos, Gabriel arriscou da intermediária, mas a bola saiu. Aos 11 minutos, a defesa do Independiente se atrapalhou ao tentar afastar o perigo da sua área e proporcionou um momento de grande perigo.Jorge Wagner bateu cruzado e a zaga salvou.

AFP
Ainda aos dois minutos do primeiro tempo, Ferreyra desviou de cabeça e garantiu a vitória do Botafogo
O time dirigido por Eduardo Hungaro atuava com grande intensidade e, aos 16 minutos, após lançamento de Júlio César, o goleiro Azcona foi obrigado a sair para evitar a conclusão de Ferreyra.

A equipe visitante mostrava muita lentidão nas manobras ofensivas e permitia que o time brasileiro se reorganizasse defensivamente. Só aos 22 minutos é que o Independiente voltou a assustar. Rizzoto cruzou da direita e Jéfferson desviou para escanteio. Na cobrança, o zagueiro Lamas subiu mais do que os defensores alvinegros, mas cabeceou por cima do travessão.

O Botafogo começou a perder o controle do meio campo. Os atacantes Wallyson e Ferreyra, muito isolados na frente, quase não recebiam a bola em boas condições e levavam desvantagem no duelo com os zagueiros.

Sem Edilson e Bolívar, suspensos, a defesa alvinegra mostrava insegurança e encontrava dificuldades para bloquear as jogadas aéreas da equipe equatoriana. Aos 37 minutos, o lateral-esquerdo Júlio César investiu pelo meio, em jogada individual, e foi derrubado. Na cobrança, o goleiro Azcona saiu para aliviar o perigo de soco e derrubou o atacante Ferreyra e o zagueiro Lamas, mas o árbitro nada viu de irregular no lance.

Aos 43 minutos, após troca de passes na esquerda do ataque do Independiente, a bola foi lançada para Lamas que tocou de bico. A bola desviou em Dankler e saiu, dando grande susto no goleiro Jéfferson.

Logo depois,o Botafogo arrancou em velocidade e Jorge Wagner arriscou, de fora da área. A bola explodiu no travessão para sorte de Azcona que estava inteiramente batido.

AFP
Além do gol, Ferreyra se destacou pela briga com os zagueiros no ataque e recebeu os aplausos da torcida
Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo e o Independiente adiantou suas linhas para tentar empurrar o Botafogo para trás, mas o time dirigido por Eduardo Hungaro buscava manter o ritmo inicial. Aos dois minutos, Lodeiro chutou com perigo, mas a bola desviou na zaga e encobriu a trave. Na cobrança, a bola caiu novamente nos pés do meia uruguaio que chutou sem direção.

Aos seis minutos. a equipe alvinegra trocou passes em velocidade e Jorge Wagner concluiu com perigo para o gol de Azcona. Aos oito minutos, Lodeiro carregou a bola em velocidade, lançou Ferreyra na direita. O atacante argentino cruzou para tentar buscar Wallyson na área, mas o goleiro Azcona cortou o passe. O goleiro da equipe equatoriana voltou a aparecer bem em cruzamento que buscava Ferreyra na pequena área.

Aos 14 minutos, depois de jogada confusa na entrada da área alvinegra, a bola sobrou para Guerrero que chutou com grande perigo. A resposta da equipe de General Severiano veio no minuto seguinte, mas Wallyson desperdiçou a chance, chutando muito mal, na sua última participação do jogo. Logo depois, o atacante foi substituído por Cidinho e mostrou muita irritação com a decisão do treinador.

O time equatoriano aumentou a intensidade do ataque e, aos 28 minutos, depois de grande pressão, Guerrero chutou, a bola desviou em Dória e Jéfferson conseguiu salvar, em defesa de puro reflexo.

O time do Independiente buscava o gol do empate, enquanto o Botafogo se defendia de qualquer forma, apelando seguidamente para os chutões para afastar o perigo da área. Aos 34 minutos, Dória impediu que Angulo concluísse com liberdade. O técnico Eduardo Hungaro colocou Bolatti e Junior Cesar em campo para tentar segurar a pressão equatoriana.

Nos minutos finais, o Botafogo perdeu qualquer ambição ofensiva e recuou para defender o resultado. Jéfferson voltou a evitar o gol do empate aos 44 minutos e, aos 45, Jorge Wagner voltou a acertar o travessão em chute da intermediária, no último lance importante do jogo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade