Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Jogadores culpam gramado por derrota do Grêmio em Rio Grande

Do correspondente Vicente Fonseca Rio Grande (RS)

O gramado irregular e empoçado do Aldo Dapuzzo foi a principal justificativa encontrada pelos jogadores do Grêmio na derrota deste sábado, para o São Paulo-RS, por 2 a 1. O resultado quebrou a invencibilidade do técnico Enderson Moreira no comando do Tricolor, após dez jogos.

“Esse é o pior campo que já joguei na minha vida”, disparou o zagueiro Rhodolfo. “Não é uma desculpa o gramado, mas todo mundo viu que prejudicou. Se estivesse melhor, com certeza teria sido diferente. Mas felizmente tínhamos uma boa folga na tabela, e essa derrota não compromete a nossa classificação”, avaliou o goleiro Marcelo Grohe.

O lateral direito Pará parabenizou o time adversário pela vitória: “nós lutamos, batalhamos, mas sabíamos que uma hora a equipe ia perder. Precisamos manter o pé no chão. O Campeonato Gaúcho é difícil, ainda mais numa circunstância como a de hoje. A equipe de Rio Grande está de parabéns pela luta e pela garra, mas nós estamos vivos”, disse o ala.

O diretor de futebol Rui Costa adentrou o gramado do Aldo Dapuzzo ao fim da partida, para reclamar da arbitragem de Eleno Todeschini. O árbitro marcou um pênalti a favor do São Paulo-RS, no lance que resultou no segundo gol da equipe da casa, quando deveria ter sido assinalada uma falta fora da área.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade