Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Kleina aguarda “monitoramento” para definir titulares contra Ponte

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET São Paulo (SP)

Treinador do Palmeiras desde setembro de 2012, Gilson Kleina tem a cautela como um dos principais pontos de seu discurso habitual. Após triunfar por 1 a 0 sobre o Vilhena, nesta quarta-feira, em Rondônia, a delegação alviverde desembarcou em São Paulo, nesta quinta-feira, e o técnico mais uma vez adotou postura coesa ao comentar sobre quais atletas serão titulares no duelo com a Ponte Preta, neste sábado, às 16 horas (de Brasília), no Pacaembu.

“Atuamos em um gramado muito pesado, que exigiu grande esforço físico de nossos jogadores. Analisaremos as condições do elenco e continuarei seguindo o plano de monitoramento que tenho com o restante da comissão técnica. Não podemos correr riscos antes dos momentos decisivos. Quem estiver em condições normais, vai para o jogo”, afirmou o comandante.

Apesar de estar garantido como primeiro colocado do Grupo D e já classificado para as quartas de final do Campeonato Paulista, o Palmeiras segue focado na competição estadual. Atualmente na segunda posição entre os 20 clubes que disputam o torneio, com 32 pontos, o time comandado por Kleina ainda tenta superar o líder geral, Santos, que também soma 32 pontos, mas leva vantagem no critério de desempate de saldo de gols (22 a 14).

“Esse duelo com o Santos não deixa de ser um torneio a parte para nós. Queremos a liderança geral. Temos um grupo qualificado, em que temos total confiança. Precisamos ver como armar nossa equipe para sábado, pois o tempo é curto. Sei que os que entrarem em campo darão seu melhor e chamarão nosso torcedor para apoiar. Queremos fazer seis pontos nos dois jogos que faltam”, encerrou o técnico.

Diante da Ponte Preta, a expectativa é de que Kleina escale os atletas que foram reservas em Rondônia ou que permaneceram em São Paulo. Após o embate com time de Campinas, o clube alviverde encerra sua participação na primeira fase justamente diante do Santos, no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), na Vila Belmiro.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Gilson Kleina reencontrará mais uma vez a Ponte Preta, time que comandou antes de acertar com Palmeiras

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade