Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Lúcio torce para aprendizado impedir com que fracassos virem rotina

Yan Resende, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002, Lúcio não demorou a se acostumar em conquistar importantes títulos ao longo de sua carreira. Sendo assim, não foi fácil para o zagueiro palmeirense aceitar a eliminação neste domingo, pelas semifinais do Campeonato Paulista. Agora, o experiente defensor tenta passar um pouco de sua aprendizagem para os companheiros, para que fracassos semelhantes não se tornem rotina na vida do clube do Palestra Itália.

“Que sirva de aprendizado, pois não podemos deixar que isso vire rotina, cada um tem que assumir sua responsabilidade, e, se caiu, o importante é não ficar caído, tem que levantar. Temos que olhar o que foi certo. O trabalho que foi feito neste período esta sendo válido, o grupo está cada vez melhor e temos que aproveitar isso a cada jogo”, ressaltou o zagueiro do Palmeiras.

Enquanto alguns jogadores se apoiaram nos desfalques da equipe de Gilson Kleina para explicar a derrota diante do Ituano, Lúcio evitou encontrar desculpas. O defensor acredita que as contusões de Fernando Prass, Valdivia e Alan Kardec, três jogadores fundamentais para a base da equipe, prejudicaram bastante, mas não são motivos para levar a equipe ao revés.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Acostumado com títulos na carreira, o experiente zagueiro do Palmeiras não quer que fracassos virem rotina
O zagueiro lembrou que todo jogador do elenco deve estar preparado para entrar em campo nos momentos complicados, como o deste domingo, quando o clube precisava vencer o Ituano em um jogo decisivo, mas não contava com três dos principais jogadores do elenco.

“É claro que são jogadores importantes, mas a gente não pode olhar por esse lado. A gente sempre frisou que o importante é o elenco, então temos que estar preparados para todas as situações. Desde que cheguei, o treinador disse que teria momentos de contusão e precisaria de todos”, alertou o experiente Lúcio, ciente do vexame proporcionado no Pacaembu neste domingo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade