Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Mais jovem da história do Verdão, Vinicius atinge 100 jogos no clube

São Paulo (SP)

O jogo deste sábado, contra a Ponte Preta, no Pacaembu, é especial para quem já está na história do Palmeiras. Atleta mais jovem a defender o time profissional, Vinicius fará sua centésima partida com a camisa alviverde.

“É um momento único, tenho que aproveitar. É uma honra muito grande estar na história de um time tão gigante como o Palmeiras. Amo o Palmeiras, cresci e me sinto bem aqui. É a minha casa. Tem dia que chego às 13 horas para o treino das 16. É um ambiente maravilhoso”, disse o atacante de 20 anos, o mais jovem a atingir a marca.

“É uma honra muito grande, nem consigo descrever o tamanho da minha felicidade. Isso é graças a muito esforço que faço desde que cheguei ao clube, aos 12 anos, entrando em todos os jogos como se fosse o último”, completou o atleta, que vestiu uma camisa 100 com seu nome na Academia de Futebol na véspera do duelo contra a Macaca.

Vinicius está no elenco profissional desde 2010, temporada em que se tornou o jogador mais jovem a defender o time por ter entrado em campo no empate por 2 a 2 diante do Rio Branco, no estádio Fonte Luminosa, em Araraquara, pelo Campeonato Paulista, em 24 de março. O atacante tinha 16 anos.

Vinicius também tem seu nome história do clube por ter sido o segundo jogador mais jovem a balançar as redes como profissional do Verdão. O atleta fez gol na vitória por 2 a 1 sobre o Noroeste, em 9 de março de 2011, com 17 anos, 7 meses e 6 dias – só é superado pelo atacante Mazzola, que tinha 17 anos, 6 meses e 5 dias quando marcou seus dois primeiros gols em amistoso contra o Catanduva, em 29 de janeiro de 1956.

Atingir 100 jogos é uma marca até de superação do jogador, frequentemente criticado por torcedores. “Às vezes, as coisas não dão certo. Às vezes, dá tudo errado. Mas nunca deixo faltar persistência e vontade de sempre querer ganhar na vida e no Palmeiras, principalmente”, disse Vinicius, autor de oito gols nas 99 partidas que disputou pelo clube.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Atacante estreou há quatro anos no profissional e, em 2011, se tornou também o segundo mais jovem a fazer gol

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade