Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Marín confirma doação de 50 mil ingressos aos operários da Copa

Rio de Janeiro (RJ)

Nesta quinta-feira, a sede do Comitê Olímpico Local (COL), no Rio de Janeiro, foi palco de uma entrevista coletiva, que discorreu sobre os problemas e soluções vinculados à realização da Copa do Mundo, que será disputada em solo brasileiro pela segunda vez.

Além do secretário da Fifa, Jérome Valcke, o presidente da CBF, José Maria Marín, se pronunciou. O mandatário da entidade que rege o futebol na sede do Mundial expôs a doação de 50 mil ingressos aos operários, que trabalharam na construção dos gramados que receberão as partidas da competição.

“Temos certeza que a presença desses operários no estádio dará um clima muito especial aos estádios, que eles construíram com muito suor e carinho. A doação dos 50 mil ingressos foi um pedido do COL. É um reconhecimento mais do que justo”, ressaltou Marín.

Adiante, o presidente da CBF mostrou-se animado com a proximidade da estreia: “É uma imensa responsabilidade, mas também uma enorme alegria ficar mais perto do Mundial. A expectativa cresce a cada dia, especialmente para os 13 milhões de torcedores fanáticos que já garantiram os seus ingressos”, sintetizou.

A estreia do Mundial ocorre no dia 12 de junho, quinta-feira, às 17 horas (de Brasília), com a partida envolvendo Brasil e Croácia. O embate terá como palco a Arena Corinthians, em Itaquera, bairro da zona leste paulistana.

AFP
Marín exaltou a presença dos operários na Copa. Presença que, segundo o mandatário, dará um "clima especial"

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade