Futebol/Copa do Mundo de 2014 - ( )

“Messi não precisa de Copa para ser grande”, afirma José Mourinho

Buenos Aires (Argentina)

Eleito melhor jogador do mundo em quatro anos consecutivos, o atacante Lionel Messi já disputou duas edições da Copa do Mundo (2006 e 2010) em sua carreira, mas sequer ficou próximo de conquistar o título da competição. Entretanto, conforme afirmou o treinador José Mourinho em entrevista ao Yahoo, o atleta argentino não precisa do troféu máximo do futebol internacional para garantir um lugar na história do esporte.

“Messi já é grandioso. Não acho que seja necessário ser campeão com seu país para isso. Cristiano Ronaldo também é grande, não acredito que precise deste título para entrar para história. Maradona, Zidane, Ronaldo, Rivaldo e outros grandes nomes triunfaram na Copa do Mundo, então as pessoas esperam que Messi também consiga”, afirmou.

Apesar de já ter sido artilheiro de nove torneios ao longo de sua carreira, incluindo quatro vezes da Liga dos Campeões da Europa, Messi registra baixo rendimento em Copas do Mundo. Presente nas edições de 2006 e 2010, o atleta do Barcelona disputou oito partidas, sendo seis como titular, e marcou um gol. Nas duas ocasiões, a Argentina acabou eliminada pela Alemanha nas quartas de final.

Aos 26 anos, Lionel Messi chega ao Mundial deste ano, no Brasil, como principal destaque da seleção de seu país. A Argentina está classificada no Grupo F, onde estreia contra Bósnia-Herzegovina, em 15 de junho, no Maracanã. Na sequência, mede forças com Irã, na Arena da Baixada, e com a Nigéria, no Estádio Beira-Rio.

AFP
Outros jogadores renomados, como o holandês Johan Cruyff e o francês Michel Platini, não conquistaram Copa

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade