Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Mourinho reclama da vaidade e diz que merengues faziam fila no espelho

Londres (Inglaterra)

O treinador do Chelsea, José Mourinho, condenou, em entrevista concedida à revista britânica Esquire, nesta quarta-feira, a vaidade excessiva dos jogadores de futebol atualmente. Segundo o português, hoje em dia o dinheiro tem mais importância que as conquistas profissionais.

“Antes, os jogadores tentavam ganhar dinheiro ao longo da carreira e ficar ricos ao fim de sua trajetória. Agora, no entanto, as pessoas que os rodeiam querem que sejam ricos antes de firmarem seu primeiro contrato, quando, porém, não jogaram sequer uma partida na Premier League ou na Liga dos Campeões”, disse Mourinho.

Como exemplo, o português citou os jogadores do Real Madrid, equipe treinada por Mourinho entre 2010 e 2013. “No Real Madrid, muitas vezes os jogadores faziam fila na frente do espelho antes da partida, enquanto o árbitro os esperava no túnel”.

Mourinho enxerga dois jogadores com quem trabalha atualmente como referências para os que estão começando a carreira. “Estamos trabalhando para orientar os jovens da melhor forma possível, para que eles sigam o exemplo de jogadores como Lampard ou Terry, fanáticos por vitórias”.

O português admite que precisa se adaptar à nova realidade do futebol, que, segundo ele, é um reflexo da sociedade. “Como posso dizer aos jogadores que não utilizem o Twitter no ônibus se os meus filhos fazem o mesmo?”.

AFP
Pelo Real, Mourinho conquistou o Campeonato Espanhol, a Copa do Rei e a Supercopa da Espanha (foto: Ozan Kose)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade