Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Na volta de Drogba a Londres, Chelsea vence o Galatasaray e avança

Londres (Inglaterra)

Na tarde desta terça-feira, o Chelsea-ING garantiu sua classificação para as quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Atuando em Stamford Bridge, os Blues triunfaram sobre o Galatasaray-TUR, pelo placar de 2 a 0. Os gols da vitória londrina foram anotados por Samuel Eto’o e Gary Cahill.

O embate marcou o retorno do atacante Didier Drogba ao estádio dos comandados de José Mourinho. O marfinense fora decisivo para a conquista da Liga dos Campeões na temporada 2011/12, o mais expressivo na história do clube inglês. Porém, o jogador, que atualmente defende o time turco, aceitou uma proposta do Shanghai Shenhua-CHI e não disputou o Mundial de Clubes com a camisa azul.

Agora, o Chelsea se junta a Atlético de Madri-ESP, Barcelona-ESP, Bayern de Munique-ALE, Real Madrid-ESP e Paris Saint-Germain-FRA, no rol dos clubes que carimbaram passaporte para o empate seguinte. Os confrontos do próximo estágio serão definidos por sorteio. Já o clube turco, eliminado, não conseguiu quebrar um incômodo tabu, já que jamais saiu da Inglaterra com uma vitória.

AFP
"Sempre em nossos corações", dizia a faixa da torcida londrina em homenagem a Didier Drogba

O jogo – Com o bom resultado conquistado em solo turco, o Chelsea entrou decidido a confirmar a classificação e inaugurou o marcador logo aos quatro minutos. Após receber um bom passe de Oscar, Samuel Eto’o invadiu a área e, de pé direito, concluiu para o gol. Porém, o uruguaio Muslera, mesmo tocando na bola, não conseguiu evitar o tento do camaronês.

Aos 21 minutos, os Blues voltaram a pressionar. Após receber na entrada da área, Oscar cruzou rasteiro e, após um corta-luz de Hazard, viu Lampard pecar na finalização, mandando a bola por cima da meta turca.

A partir da primeira metade de jogo, o Galatasaray foi superior na posse de bola e conseguiu levar perigo aos londrinos. Aos 27 minutos, após tabelar com Drogba, Felipe Melo finalizou à direita de Cech. Porém, a resposta inglesa veio com 32 jogados. Em cobrança de falta na meia esquerda, Lampard alçou a bola na área, e viu o capitão John Terry, de primeira, mandar a bola rente ao travessão de Muslera.

Quando o relógio apontou a marca de 37, Oscar serviu Hazard, que cruzou na área. Chegando de trás, Willian acabou travado pela marcação, e não conseguiu concluir com firmeza, facilitando a defesa do uruguaio. Porém, aos 42, os comandados de José Mourinho conseguiram o segundo gol. Após ganhar um escanteio, em dividida com Alex Telles, Oscar cruzou na medida e viu Muslera praticar um milagre, em cabeçada firme de John Terry. No rebote, lá estava o zagueiro Gary Cahill, para estufar a rede turca.

Na segunda etapa, tímido, o Galatasaray não ofereceu perigo ao Chelsea. Mesmo com as alterações promovidas por Roberto Mancini, como a entrada do atacante Hajrovic no lugar do lateral-direito Eboué, os turcos foram inoperantes em suas pretensões, e ainda viram os Blues criarem chances perigosas. Aos 38 minutos, Hazard recebeu na entrada da área e finalizou colocado, mas Muslera se esticou para evitar o terceiro tento mandante. Quatro minutos depois, o belga serviu Fernando Torres com um toque de letra, mas viu o uruguaio praticar mais uma grande defesa.

AFP
Cahill comemora seu tento, o segundo do Chelsea no Stamford Bridge, aproveitando rebote de Muslera

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade