Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

No retorno a Itápolis, João Denoni prega vitória contra o lanterna

Itápolis (SP)

Se o Campeonato Paulista fosse encerrado com onze rodadas, Oeste e Paulista de Jundiaí seriam dois dos quatro clubes rebaixados para a Série A2. Por ventura, essas duas equipes se enfrentarão nesta quarta-feira, às 17 horas (de Brasília), na partida que marca o retorno do Rubrão ao estádio dos Amaros, em Itápolis. Esta será apenas a segunda partida que os comandados de Sérgio Guedes atuarão em seus domínios. Desde a primeira rodada, quando enfrentou o Penapolense, o clube passou por São Carlos, Matão, Catanduva e São José do Rio Preto.

Com cinco pontos, três a mais que seu oponente, lanterna da competição, o Oeste tem como obrigação a vitória em solo itapolitano, para que continue com chances de permanência na elite estadual. Tal visão foi enfatizada pelo jovem volante João Denoni: “Somente os três pontos nos interessam. Precisamos aumentar nossa pontuação. Não será um jogo fácil, pois o Paulista também está ameaçado pelo rebaixamento. Por isso, vamos com força máxima”, sintetizou.

Adiante, Denoni ressaltou a importância de voltar a atuar na cidade do clube: “Ficamos longe de Itápolis e sentimos a falta do apoio dos torcedores. Agora, neste reencontro de quarta-feira, esperamos muita força vinda das arquibancadas”, sintetizou.

Mesmo se vencer, o Oeste não deixará a zona do rebaixamento. À frente do Rubrão, aparecem Comercial, com oito, e Atlético de Sorocaba (nove). Ao passo que o Bafo mede forças com o Ituano, em Ribeirão Preto, o Galo recebe o Botafogo, a principal surpresa da competição, no estádio Walter Ribeiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade