Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

No retorno a Itápolis, Oeste vence o lanterna Paulista e respira

Itápolis (SP)

Nesta quarta-feira, foi inaugurada a 12ª rodada do Campeonato Paulista. Voltando a atuar no Estádio dos Amaros, em Itápolis, o Oeste reencontrou o caminho das vitórias, ao superar o lanterna, Paulista de Jundiaí, pelo placar de 2 a 1. Os gols do triunfo rubro-negro foram anotados por Lelê e Waguininho, ambos na primeira etapa. David Batista descontou para os visitantes.

Com o resultado, o Rubrão chega aos oito pontos, e ganha sobrevida na luta contra o rebaixamento, embora ainda se encontre na zona do descenso, figurando na lanterna do Grupo D, liderado pelo Palmeiras. Por sua vez, o Galo da Japi, equipe de pior retrospecto no Estadual, continua sem vencer, com apenas dois pontos, tendo sérios riscos de queda para a Série A2.

Na próxima rodada, os comandados de Sérgio Soares terão pela frente o Santos. O embate está marcado para este domingo, às 18h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. Por sua vez, no mesmo dia e horário, a equipe de Beto Cavalcanti mede forças com o Palmeiras, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto.

O jogo – Após preambular por São Carlos, Matão, Catanduva e São José do Rio Preto, o Oeste retornou a Itápolis, com o Estádio dos Amaros regularizado, e não decepcionou os torcedores locais. Logo aos dez minutos, o veloz atacante Lelê recebeu na intermediária, livre de marcação, e finalizou firme, no ângulo esquerdo de Ian. O goleiro do Paulista ainda tocou na bola, mas não evitou o primeiro tento mandante.

Com 20 jogados, o árbitro Guilherme Ceretta de Lima assinalou pênalti de Éwerton Pereira no centroavante Bruno Nunes. Na cobrança, Lelê cobrou fraco, no canto direito, e viu Ian espalmar para escanteio. Era a chance do camisa 17 marcar seu segundo gol na partida.

Três minutos pós a chance desperdiçada pelo Oeste, o jogo ficou paralisado, já que a única ambulância presente no Estádio dos Amaros teve que socorrer um torcedor, que passou mal. Com 30 corridos, o embate recomeçou, e o Rubrão seguiu superior. Quando o relógio apontava 45, o clube mandante traduziu a vantagem em gol, com o atacante Waguininho. Após receber de Jeferson Paulista na ponta direita, Lelê cruzou na medida e viu o companheiro testar firme, para o fundo das redes.

Aos 51 minutos, o Paulista teve sua chance de diminuir o marcador, mas não aproveitou. Jonathan Brito sofreu pênalti de Arnaldo, mas viu o artilheiro da equipe, David Batista, parar em boa defesa de Paes.

Em desvantagem no marcador, o Galo da Japi voltou para a segunda etapa com maior volume de jogo, e criou uma grande oportunidade aos cinco minutos. Após contragolpe arquitetado por Gabriel Leite, a bola sobrou para David Batista, mas o centroavante parou em grande defesa de Paes. Porém, com 25 jogados, o camisa 9 se redimiu das chances perdidas e diminuiu o placar, completando de cabeça um cruzamento na área.

Na reta final de partida, o Paulista se lançou ao ataque, e deu espaço para o Oeste explorar os contragolpes. Em um deles, aos 45 minutos, Waguininho carimbou o travessão de Ian, após receber na entrada da área.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade