Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Palmeiras trabalha com 12 titulares e usa Victorino em jogo-treino

William Correia São Paulo (SP)

Gilson Kleina ainda não trabalhou taticamente nesta semana, mas já confirma que a volta de Marcelo Oliveira deixa dúvidas sobre a escalação para enfrentar o Santos, no domingo. Na tarde desta quarta-feira, o elenco do Palmeiras teve trabalho com 12 titulares e reservas atuaram em jogo-treino com a presença de Victorino.

No trabalho técnico envolvendo titulares, Marcelo Oliveira, que cumpriu suspensão na última rodada, se juntou a Fernando Prass, Wendel, Lúcio, Tiago Alves, Juninho, Eguren, França, Valdivia, Bruno César, Leandro e Alan Kardec, todos jogadores que iniciaram a vitória sobre a Ponte Preta, no sábado.

Como volta a ficar à disposição, Marcelo Oliveira pode ser opção na zaga ou no meio-campo. Na tarde desta quinta-feira, Kleina deve realizar trabalhos para definir os escolhidos e o posicionamento que o Verdão terá na Vila Belmiro, onde a vitória garantirá a melhor campanha da primeira fase do Campeonato Paulista até a final da competição.

A tarde desta quarta-feira serviu para o técnico analisar outras opções do elenco. Os reservas realizaram jogo-treino diante do Grêmio Mauaense, da quarta divisão estadual, e venceram com dificuldades por 3 a 2 na Academia de Futebol.

Na atividade, o Palmeiras começou com Bruno; Bruninho, Wellington, Victorino e William Matheus; Renato, Josimar, Felipe Menezes e Mendieta; Patrick Vieira e Vinicius. Escalado dessa forma, terminou o primeiro tempo vencendo por 2 a 0: Felipe Menezes, que levou amarelo no jogo-treino por entrada dura, abriu o placar em cobrança de falta e Vinicius ampliou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Juninho, Bruno César e Tiago Alves trabalharam juntos na atividade que reuniu só quem pode ser titular no domingo
Mas quem chamou atenção foi Victorino. O zagueiro, que tem contrato até o final do ano, não joga desde setembro de 2012 e ainda não foi nem relacionado no Palmeiras. Recuperado de contusão na panturrilha direita, o uruguaio conseguiu dar desarmes e mostrou noção de posicionamento diante do Mauaense.

No segundo tempo, o goleiro Fábio ganhou chance, assim como o lateral esquerdo Victor Luís, os meias Mazinho e Serginho e os atacantes Miguel e Rodolfo. Com eles, o Mauaense marcou dois gols e empatou o jogo-treino, mas Felipe Menezes ganhou nova chance e, mais uma vez de falta, decidiu a atividade a favor dos anfitriões.

Entre os jogadores sem condições físicas, os cinco desfalques para o clássico devem ser confirmados. O meia Marquinhos Gabriel e o atacante Diogo, que sofrem de problemas musculares, e o zagueiro Thiago Martins, que operou o joelho direito em janeiro, ainda não trabalharam com bola. O volante Wesley e o lateral direito Bruno Oliveira apenas deram voltas no gramado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade