Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Para Ceará, Cruzeiro soube se adaptar ao gramado encharcado

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro encontrou dificuldades para atuar no gramado pesado do Mineirão, mesmo assim, a equipe celeste conseguiu se adaptar e goleou o Minas Boca por 4 a 0, ampliando a vantagem na liderança do Mineiro. O lateral-direito Ceará entende que a Raposa jogou o suficiente para conquistar um resultado ainda maior, e soube se adaptar muito bem ao gramado encharcado do estádio, provocado pela chuva que castigou BH.

“Foi um bom jogo, apesar da situação do campo, que tinha muitas partes que estavam um pouco alagadas e dificultou um pouco o rolar da bola”, observou o jogador, que afirma que depois de alguns minutos de dificuldade o Cruzeiro conseguiu imprimir um bom ritmo para controlar a partida com tranquilidade.

“Nós conseguimos nos adaptar bem, fizemos quatro gols, poderíamos ter feito muito mais e ter um placar mais elástico. A gente conseguiu uma classificação antecipada, mas vamos buscar a primeira colocação para termos vantagens nas outras etapas”, declarou.

Na quarta-feira, o Cruzeiro vai até Muriaé para enfrentar o Nacional, mas para está partida, o técnico Marcelo Oliveira pretende usar uma equipe de reservas, preservando os titulares visando os jogos da Libertadores. Com 20 pontos, seis a mais que o Atlético-MG, vice-líder da competição, a Raposa está praticamente garantida nas semifinais do Estadual, mas o objetivo é terminar em primeiro lugar.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade