Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Para médico, lesão deve afastar Guerrero por pelo menos 4 semanas

São Paulo (SP)

Guilherme Runco, médico do Corinthians, disse após a partida acreditar em um tempo mínimo de quatro semanas para a recuperação de Paolo Guerrero. O atacante sentiu fortes dores na coxa enquanto arrancava com a bola no clássico deste domingo diante do São Paulo e, chorando, acabou sendo obrigado a deixar o gramado.

"Acredito que ele teve uma lesão de grau dois, e, neste caso, o tempo mínimo de recuperação é de quatro semanas. Mas talvez ele precise de um tempo maior, a gente sabe que foi sério. É muito provável que ele fique um tempo fora da equipe", disse o médico em entrevista à CBN.

O peruano havia se recuperado recentemente de uma entorse no tornozelo e retornava ao time neste domingo. Para o médico, no entanto, não há qualquer relação entre os antigos problemas físicos de Guerrero com a nova lesão.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Enquanto arrancava com a bola em direção ao gol, Guerrero sentiu a coxa e teve de deixar o jogo

"O Guerrero teve uma contratura muscular na coxa esquerda. Certamente houve uma ruptura, pela dor intensa que sentiu e pela dificuldade de caminhar. A gente vai fazer exame de imagem na terça-feira para definir a dimensão exata e poder planejar o tratamento. Essa é uma das lesões mais comuns do futebol. Não há nenhuma questão física para isso acontecer", comentou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade