Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Para técnico do São Paulo, Ganso está gostando de ser cobrado

Helder Júnior São Paulo (SP)

Paulo Henrique Ganso voltou a jogar bem após parar na reserva do São Paulo. Novamente titular, o meia colaborou com a goleada por 4 a 0 sobre o Grêmio Osasco Audax nesta quarta-feira, no Morumbi. E mostrou-se estimulado pelas cobranças, ao menos para Muricy Ramalho.

“O jogador que se dedica e luta pelo time tem chances de jogar. Mais ou menos, não dá. Mesmo porque a gente está formando um grupo que se cobra em campo. Então, o cara tem que correr. Parece que o Ganso está gostando disso”, comentou o técnico, que havia sacado o armador justamente para ter um time mais veloz.

O meia passou a evitar a imprensa quando perdeu o seu lugar na equipe titular. Entre os companheiros, ganhou apoio. Para aqueles que continuaram a conceder entrevistas, a conclusão era de que o São Paulo havia ficado mais rápido sem Ganso, mas também sem a mesma qualidade de passe.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Movido a cobranças, Ganso recebeu um cartão amarelo durante a goleada do São Paulo sobre o Audax
Com ou sem cobranças, Ganso deverá ser mantido no time do São Paulo que enfrentará o Corinthians no domingo, no Pacaembu. Apesar de Muricy Ramalho preferir o mistério. “Aí, vocês estão querendo demais. Ainda estou conversando sobre o jogo com o Audax. Precisamos descansar um pouco para ver o que vai acontecer não só com o Ganso, e sim com o time todo”, disse o treinador, adepto da pressão motivacional. “A filosofia não muda.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade