Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Pato fez gols em Itaquera cinco meses antes de treinamento inaugural

Helder Júnior São Paulo (SP)

Os comandados de Mano Menezes não serão os primeiros jogadores profissionais a bater bola na arena do Corinthians em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. Quase cinco meses antes do treinamento inaugural marcado para a manhã deste sábado, o hoje rival Alexandre Pato marcou até gols no local que sediará o jogo de abertura da Copa do Mundo.

Corinthians quer se ambientar a Itaquera

Então astro do Corinthians, Pato visitou a arena de Itaquera em 21 de outubro do ano passado, dois dias antes de perder um pênalti de forma caricata contra o Grêmio e decretar a eliminação da sua equipe da Copa do Brasil. A presença do agora atacante do São Paulo no estádio foi registrada com pompa pelos veículos oficiais corintianos na internet.

Em um vídeo divulgado pelo Corinthians, Pato interagiu com a câmera antes mesmo de chegar à arena, a bordo de um automóvel. “É a minha primeira vez. Vou conhecer esse estádio maravilhoso, que será a nossa casa. Não vejo a hora de entrar lá e fazer, quem sabe, o primeiro gol da arena”, comentou.

Dito e feito. Em Itaquera, Pato vestiu um capacete para passear pelas áreas internas do estádio e mostrou pontaria com a bola no gramado. Diante das traves da época, diferentes daquelas já instaladas para a Copa, o atacante se posicionou para um chute. “Não falei que seria o primeiro a fazer gol nesse estádio maravilhoso? Será?”, disse, antes de bater e acertar o canto do gol sem goleiro.

Divulgação/Corinthians
Alexandre Pato foi o primeiro a bater bola na arena
Para comemorar o “feito”, Pato cruzou os dedos sobre o seu rosto, como gostava de fazer ao celebrar os seus gols pelo Corinthians. Ele ainda se entusiasmou a ponto de marcar outro gol sem marcação, desta vez de bicicleta, e vibrar bastante novamente.

Em maioria torcedores do Corinthians, os operários presentes na visita de Pato aplaudiram efusivamente as jogadas dele no gramado. O atleta chegou a imaginar como seria ter outra plateia para si, ao apontar para as arquibancadas: “A torcida vai ficar pertinho”.

Alexandre Pato só poderá ver a torcida “pertinho” a seu favor em Itaquera se voltar a defender o Corinthians ao término do seu empréstimo para o São Paulo. Um destino impensável àquela época, em que o site oficial corintiano destacava seu 50º jogo pelo clube e o 16º gol marcado. “Não vejo a hora de jogar aqui, de fazer um gol em um jogo oficial. Conto com o apoio de vocês. E vai Corinthians!”, bradou.

Naquela mesma semana, contudo, Pato perdeu boa parte do apoio que tinha do público corintiano ao desperdiçar o pênalti contra o Grêmio. O atacante passou a colecionar críticos e a ser perseguido, a ponto de ver a troca com o São Paulo pelo meia Jadson como o caminho para resgatar o seu futebol em 2014.

Neste fim de semana, sem pensar em Pato, seus ex-companheiros de Corinthians também terão a oportunidade de começar a escrever uma história na futura arena do clube. O treinamento da véspera da partida decisiva contra o Penapolense, no domingo, fora de casa, será o primeiro de uma série antes da inauguração do estádio de Itaquera. Eles só esperam traçar um futuro diferente do atacante são-paulino ali dentro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade