Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Pendurado, Wendel será poupado e Palmeiras terá zagueiro na lateral

William Correia São Paulo (SP)

Além de Wesley, que busca recondicionamento físico após lesão na coxa direita, o Palmeiras não terá outro titular contra o Santos, mas por opção. Wendel está pendurado e, como não tem reserva à disposição, Gilson Kleina não vai levá-lo à Vila Belmiro para tê-lo nas quartas de final do Campeonato Paulista. Assim, o zagueiro Tiago Alves atuará na lateral direita.

No treino da tarde desta sexta-feira, o técnico não pôde contar com Fernando Prass, liberado para resolver problemas particulares, e utilizou Bruno entre os titulares. Mas o capitão e um dos principais destaques da competição está garantido no clássico de domingo.

O Palmeiras entrará em campo com: Fernando Prass; Tiago Alves, Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Eguren, França e Valdivia; Bruno César, Leandro e Alan Kardec. Entre os reservas, treinaram Fábio; Bruninho, Victorino, Wellington e William Matheus; Renato, Felipe Menezes, Mazinho e Serginho; Patrick Vieira e Vinicius.

O desempenho dos titulares foi bastante satisfatório. A movimentação do quarteto ofensivo, com frequentes passagens de Juninho pela esquerda, proporcionou dois gols de Leandro, um de Bruno César e outro de Juninho, que também desperdiçou chance com o goleiro caído, acertando a trave.

Tiago Alves se preocupou mais em proteger a lateral, dando mais liberdade a Bruno César, mas chegou a arriscar alguns cruzamentos. No final da atividade, o volante Bruninho, que atuou na lateral direita no jogo-treino diante do Mauaense na quarta-feira, jogou na posição, com França sendo sacado.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Treinador não contou com Fernando Prass, liberado para tratar de problemas particulares na tarde desta sexta
Wendel não atuou nem entre os reservas, assim como Mendieta, que também está pendurado e trabalhou em campo reduzido no grupo que tinha Josimar, Diogo e Wesley, todos recém-recuperados de contusão muscular. Wellington também tem dois cartões amarelos, mas participou do coletivo por falta de opções na zaga.

A preocupação com o cartão de Wendel aumentou graças ao desgaste físico detectado em Bruno Oliveira, lateral direito que raramente entrou em campo neste ano, mas que só foi a campo para dar voltas nesta semana. “O Bruno Oliveira está lesionado e teríamos que improvisar nas quartas de final”, explicou Kleina.

“Sabemos da importância do clássico, mas também do Wendel na sequência do campeonato. Ele pode até tomar o terceiro amarelo na quarta-feira, mas é circunstancia. Atingimos um patamar no elenco com maturidade. Já conversamos com o Wendel e ele está superconsciente. É tão profissional que não só entendeu, como explanou na nossa conversa”, elogiou o técnico.

O treinador confiou em Tiago Alves porque já escalou o zagueiro na lateral direita na Ponte Preta, assim como deixou Bruninho de sobreaviso porque o volante atuou dessa forma na Portuguesa. Em relação ao time que venceu a Portuguesa no sábado, Marcelo Oliveira volta à defesa após ter cumprido suspensão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade