Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Poupados, titulares do São Paulo já pensam em primeira "final"

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Está nos planos de Muricy Ramalho levar a campo, no domingo, um São Paulo "completamente diferente" diante do Botafogo. Como já tem a primeira posição do grupo garantido, o treinador vai escalar apenas reservas em Ribeirão Preto, a fim de preservar o que tem de melhor para as quartas de final, contra o Penapolense.

Na teoria, a programação da comissão técnica dá descanso aos titulares. Na prática, no entanto, isso se converte em mais treinamentos. Nesta semana, todo o elenco tem dois dias com duas sessões de trabalho, algo incomum naquelas em que há compromisso de quarta ou quinta-feira.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Álvaro Pereira trata as quartas como uma decisão
"Sempre tem que estar preparado. Até o professor não dizer quem vai jogar, tem que preparar da melhor forma", diz o lateral esquerdo uruguaio Álvaro Pereira. Ele sabe, porém, que muito provavelmente entregará a posição a Reinaldo, seu substituto imediato. Por isso, o pensamento acaba se dirigindo ao mata-mata do Campeonato Paulista, na próxima semana.

Nas quartas e também na semifinal, a vaga será decidida em jogo único. Um regulamento que, em 90 minutos, pode pôr a perder uma boa campanha desempenhada na primeira fase.

"Tem que ser consciente de que é um final, porque, se vence, segue em frente. Se perde, acaba tudo. É isso. Você tem que lutar para que não acabe tudo", comentou o camisa 6, jogando há três meses no futebol brasileiro.

A escalação inicial do último jogo da primeira fase será decidida por Muricy ao longo da semana. O zagueiro Antônio Carlos e o atacante Luis Fabiano, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e o meia Paulo Henrique Ganso, expulso na rodada passada, são desfalques.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade