Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Presidente da Chape expõe negociação com Lima, artilheiro do Papão

Chapecó (SC)

Desde que perdeu Bruno Rangel, artilheiro na campanha do acesso histórico ao Campeonato Brasileiro da Série A, a Chapecoense não possui um camisa 9 consolidado. Com a presença de Rodrigo Gral no banco de suplentes, o técnico Gilmar Dal Pozzo, por vezes, improvisou Bérgson na função. Contudo, tal busca está próxima de um fim. O presidente do Verdão do Oeste, Sandro Pallaoro, confirmou a negociação com Lima, artilheiro do Paysandu na Copa Verde.

“Existe uma grande possibilidade de trazê-lo. Estamos em negociações. Acho que seria um grande nome. Ele atuou cinco anos no Joinville e fez 140 gols. É um cara forte no mercado. Para nós, está faltando aquele homem-gol. Em 2014, não encaixamos. O Gral não iniciou a temporada bem, e depois se lesionou. É uma posição carente”, comentou o mandatário, em entrevista à rádio Super Condá.

Adiante, Pallaoro tratou de tranquilizar os torcedores da Chape, receosos com a Série A por presenciarem seu clube brigar contra o rebaixamento no Campeonato Catarinense: “Vamos nos reforçar. Sabemos que a elite é diferente. Aos poucos, vamos achando as peças. No início, teremos a volta do Fabinho Alves, bem como a do Tiago Luís (ambos atacantes). Podem ter certeza que construiremos um forte grupo. Além do mais, com o apoio do torcedor em nosso estádio, com 15 ou 20 mil pessoas do lado verde, vamos surpreender”, expressou.

Maior artilheiro da história do JEC, Lima já anotou 14 gols com a camisa do Paysandu e foi o primeiro atleta a ser contratado pelo clube paraense na temporada. A boa fase do camisa 9 no elenco bicolor pode dificultar a transação, que tem a possibilidade de empréstimo refutada pelos mandatários do Papão.

Divulgação
Lima poderá ser o camisa 9 da Chapecoense no Campeonato Brasileiro da Série A

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade