Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Provocado nos pênaltis, ex-corintiano responde Ceni: "Pega aí"

São Paulo (SP)

Quarto jogador do Penapolense na disputa de pênaltis que eliminou o São Paulo, já na madrugada desta quinta-feira, em pleno Morumbi, Douglas Tanque foi provocado por Rogério Ceni antes de se encaminhar para a bola. Após converter sua cobrança, o atacante foi até o goleiro ironizá-lo.

"Ele falou para mim que iria pegar. Daí falei: 'Então está bom, deixa eu bater primeiro. Graças a Deus, fiz o gol. Aí falei: 'Agora pega a bola aí do seu lado'", disse o jogador, que é revelado pelo Corinthians e está emprestado à equipe interiorana.

O goleiro são-paulino deixou rapidamente o gramado, abatido com a eliminação precoce nas quartas de final do Campeonato Paulista, e pouco falou. Mas, no momento da disputa, ele se dirigiu, de fato, para os cobradores adversários em alguns momentos.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Goleiro são-paulino provocou os cobradores adversários, mas não conseguiu defender nenhum pênalti
A catimba, no entanto, não funcionou. Além de Douglas Tanque, o Penapolense converteu suas outras quatro cobranças, com Guaru, Petros, Washington e Neto (o último e decisivo batedor). Pelo São Paulo, o próprio Rogério Ceni, além de Luis Fabiano, Paulo Henrique Ganso e Osvaldo balançaram a rede, ao passo que Rodrigo Caio teve seu chute defendido pelo goleiro Samuel.

Com o resultado, que vinga a eliminação sofrida para o São Paulo nas quartas de final do ano passado, o Penapolense agora terá pela frente o Santos, na semifinal. A equipe da Vila Belmiro é dona da melhor campanha da competição até o momento e jogará como mandante. Nada que assuste Douglas Tanque e seus companheiros, porém.

"Dá (para passar pelo Santos), sim. Nada é impossível. Nosso grupo é fechado e tem grande potencial", disse o atacante da equipe que, na primeira fase, goleou o rival litorâneo por 4 a 1.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade