Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Quatro jogos sem vitória irritam goleiro do Oeste: "Time ridículo"

Matão (SP)

Após a derrota por 1 a 0 para o Linense na tarde do último sábado, os jogadores do Oeste saíram do gramado bastante frustrados. O desânimo foi tanto que boa parte dos atletas preferiu não dar entrevista ao fim da partida, mas esse não foi o caso do goleiro Fernando Leal.

Perguntado sobre o desempenho da equipe, o atleta foi enfático. “Time ridículo, ridículo”, disparou em resposta à rádio 107FMantes de acelerar o passo para o vestiário. Já Emerson e Lelê, que entraram no decorrer da derrota, preferiram ser mais discretos. “Não deu”, afirmaram.

O zagueiro Dezinho foi o único do Rubrão a analisar o revés com mais calma e defende que a equipe até teve bom desempenho na etapa complementar, mas não conseguiu balançar as redes por falta de sorte.

“Eles fizeram o gol no primeiro tempo e nós chegamos a equilibrar no segundo, mas não conseguimos o gol”, analisa. “Agora é ter calma. A gente vai trabalhar muito, porque esse grupo é vencedor. Temos que buscar um ‘algo mais’ para melhorar na sequência”, planeja o defensor rubro-negro.

O mal desempenho no Campeonato Paulista em parte se deve a problemas dos bastidores. Sem poder atuar em Itápolis-SP, a equipe está sendo obrigada a mandar seus jogos longe de casa. Neste sábado, por exemplo, o duelo contra o Linense foi realizado no estádio Dr. Hudson Buck Pereira, em Matão-SP, onde apenas 213 pagantes estiveram presentes.

O Oeste tenta se recuperar no estadual às 19h30 desta terça-feira, quando encara o Botafogo no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade